Podcast: criando uma rotina de trabalho produtiva
 Publicado: 12/07/2017 Atualizado: 12/07/2017

Podcast: criando uma rotina de trabalho produtiva

Talvez você esteja perdendo um tempo valioso entre uma tarefa e outra. Vem ouvir dicas pra otimizar sua rotina e expandir sua produtividade!
  Por Henrique Pochmann
Superprodutividade ativar!
Executivo acrobata / SHUTTERSTOCK

[download] [feed] [itunes]

O episódio anterior foi sobre procrastinação. Falamos muito sobre criar hábitos e sobre a importância de ter uma rotina bem definida. Mas como criar uma rotina que deixe a gente motivado e faça o trabalho render mais?

A ideia deste episódio é entrar um pouco mais a fundo nesse detalhe pra dividir com você algumas dicas e macetes que a gente usa no nosso dia a dia pra dar conta de tudo, manter a pauta em dia, os projetos pessoais rolando e os clientes felizes.

Dá o play aí e bom podcast pra você!

Participantes deste episódio​

Henrique Pochmann
Aparelho Elétrico

Carolina Machado revisora freelancer

Carol Machado
Revisão Para Quê?

Carolina Walliter Freelancer em Tradução

Carol Walliter
Mulheres Que Escrevem
Pronoia Tradutória

 Freelancer em design gráfico Dani Lima

Dani Lima
Chá com Design
Cartas Criativas para Otimistas Incuráveis

Vinny Campos

Vinny Campos
Studio Lhama

Timeline do podcast

Abertura

Leitura de Comentários

  • Entender porquê você está procrastinando;
  • Procrastinar na vida pessoal;
  • Checklists;
  • Todoist;
  • Se manter ativo para atrair mais oportunidades;
  • YNAB – You need a Budget;
  • Habitica;
  • Livro O Poder do Hábito;

Pauta do Programa

  • Sobre a rotina de cada um dos participantes;
  • Controlando a pauta pelo gmail;
  • Exercício pela manhã;
  • Começar a manhã com calma;
  • Entregar projetos no início ou no final do dia?;
  • Descobrir o melhor horário, dentro do seu perfil, pra realizar cada tarefa;
  • O que fazer para que o seu cliente não pense que é seu chefe;
  • Lidando com pedidos de orçamentos de novos clientes;
  • Sobre não gostar de atender o telefone;
  • Sons de Coffee Shop no Coffitivity;
  • Barulho no local de trabalho;
  • Foram os fumantes que inventaram a técnica pomodoro?;
  • Método Getting Things Done – GTD;
  • Um ritual matinal antes do trabalho;
  • A louça suja e a produtividade no home office;
  • Livro A Magia da Arrumação – Marie Kondo;
  • Iluminação adequada no local de trabalho;
  • Cuidados com a alimentação;
  • Marmitas pra ganhar tempo no almoço;
  • Post como ter uma semana produtiva de trabalho;
  • Sobre o melhor horário para reuniões;
  • Ted Talk – How to make stress your friend;

O que você faz para ter uma rotina produtiva?

Abra a caixa preta e compartilhe com a gente os macetes que você usa no dia a dia para dar conta de tudo. Quero muito saber.

Equipamentos utilizados nessa gravação

Placa de som – Presonus Audiobox USB
Fone de Ouvido – Marshall Major Brown
Microfone – Condensador BM-800
Tablet – iPad Air

Posso te pedir um favor?

Se você acha que esse conteúdo é útil, compartilhe ele nas suas redes sociais. Isso ajuda o Aparelho Elétrico a continuar publicando conteúdo de qualidade de forma gratuita.

Cadastre-se na nossa newsletter e seja avisado da publicação de novos podcasts como esse. Basta colocar seu e-mail no box abaixo.

Abraço e até a próxima!

Hey, GOSTOU DESTE POST?
Assine GRÁTIS nossa newsletter e receba nossas atualizações antes de todo mundo.

Você ainda leva uma cópia do “O Incrível Manual do Freelancer Moderno” direto no seu e-mail e sem pagar um tostão por isso.
 Enviamos conteúdo relevante, sem spam. E você pode se descadastrar quando quiser.
Publicado por:
Henrique Pochmann
Criou o Aparelho Elétrico em 2014. Produz e apresenta o podcast do blog. Trabalha com marketing digital desde 2002. Quer mais tempo para colocar outros projetos em prática, quer uma bicicleta e quer uma bio mais legal também.

Recomendados para você
 podcast
Será que essa crescente onda de fan pages e gifs bem humorados agrega valor às nossas profissões ou acaba prejudicando a nossa imagem?
  Por Henrique Pochmann
 podcast
Talvez o seu nível de exigência com o seu próprio trabalho esteja minando a sua produtividade.
  Por Henrique Pochmann
 produtividade
Um playlist cirurgicamente preparado para ser o background daqueles dias em que o trabalho exige mais de você.
  Por Henrique Pochmann
 podcast
Qual é o impacto que a chegada dos filhos tem na vida do profissional que trabalha em casa? É possível se manter produtivo?
  Por Henrique Pochmann
Participe da Conversa
  • Sabe quando você é cobrado por algo que já executou? é assim que estou me sentindo vendo o titulo do podcast, vamos ouvir! Já escrevo minhas impressões! kkkkk

    • Hahaha, sei bem como é isso, Warly! Espero que tenha dicas legais pra otimizar tua rotina. No aguardo das tuas impressões, cara!

    • – Então, eu sou deboa em relação à organização do que está ao meu redor, meu problema é com a organização do desktop, pastas, arquivos, emails, etc. Se estes não estiverem organizados de forma clara me matam a produtividade kkkk.

      – Me identifiquei um pouco com cada um de vocês em relação aos sons, na hora do trabalho, em locais barulhentos só consigo trabalhar ou estudar ouvindo música, me ajuda na concentração.

      – Sobre meu primeiro comentário, minha esposa me convenceu a usar agenda de papel e desde que comecei minha produtividade deu um 180° e caiu correndo para frente, né! kkkk. Comecei usando apenas listas,agora estou migrando para listas com horarios e quero um dia poder alcançar o método bullet journal, de lá pra cá, quem sabe fecho os 100k por mês kkkkkk

      – E para finalizar, outra coisa que fez uma mudança gigante na rotina foi: Começar a trabalhar antes das 8h da manhã, porque preciso de procrastinação matinal nas redes-sociais de 15 a 30min, então iniciar a rotina antes das 8h tem me ajudado, porque antes das 8h quase não existem novas postagens nas redes-sociais, então minha procrastinação é bem menor.

      Abraço galera, obrigado por compartilhar as experiências.

      • Muito bem lembrado, cara! Essa questão de organização de arquivos é fundamental pra não enlouquecer.
        Inclusive fiz um infográfico aqui sobre como eu organizo os meus arquivos…

        [Infográfico] A organização inteligente dos arquivos do freelancer
        http://aparelhoeletrico.com/gestao/organizacao-de-arquivos/

        Já tinha ouvido falar no Bullet Journal, mas nunca tinha ido procurar o que era de fato. Achei um método de organização visualmente muito agradável. O cara realmente criou um cheio de se organizar muito legal. Mas achei um pouco trabalhoso, pelo menos pra começar o processo.

        Fica o vídeo aqui pra quem quiser saber mais. Abaixo o criado explica o método em cerca de 4 minutos.
        https://www.youtube.com/watch?v=fm15cmYU0IM

        Obrigado por participar, Warly!

      • Maneiro! Não conhecia isso de bullet journal, vou dar uma olhada :) (adooooro essas novidades :p)

      • Carolina Walliter

        Tô adorando ver gente que usa o bullet journal para realmente produzir mais. A impressão que eu tinha é que era só bonitinho! rs

        • Carolina, eu ainda não o utilizei, mas é meu objetivo começar a usar em breve. Estou mudando meu “mindset” a respeito, para evitar usar e desistir logo no inicio kkkk

  • Ricardo Feller

    Ae Henrique, curti o salve pela qualificação do iTunes, gosto muito dos podcasts! Tenho uma dúvida referente ao Freelancer Doc Box, eu atualmente pego uns freelas bem ocasionalmente, mas penso muito em me jogar nessa vida por inteiro, gostaria de saber se esse material é valido pra quem está iniciando ou pra quem pega uns freelas pra renda extra?

    • Brigadão pela força de ir lá estrelar o iTunes, Ricardo!
      O FDBox é bem indicado pra quem tá começando, seja pra renda extra ou pra tempo integral como freelancer. O bacana é que ele já passa o recado de tudo o que você precisa pra gerenciar adequadamente o negócio como um profissional independente. Qualquer dúvida, tô por aqui. :)

  • Daniel Spacof

    Muito bom o podcast como sempre!
    A Carol falou sobre as tarefas do GMAIL, elas realmente são legais, usei por muito tempo, elas só estão presentes na interface padrão do GMAIL, porém depois que a Google lançou o Inbox GMAIL, minha vida mudou, porque ficou muito mais simples a organização, eu adorei a forma como eles separaram a caixa de entrada em: “Entrada, Adiados e Concluídos” e simples e tem funcionado muito para mim:

    https://uploads.disquscdn.com/images/46f8d8bf8900c2459c4f2cc1a097d2e1b96cffae9c35363ea1e5f16caf33b0bb.jpg

    A própria forma de visualização dos e-mails ficou melhor no Inbox, são como cards, que quando você finaliza, é só dar um concluir, que ele sai da sua entrada, então o e-mail virou um grande checklist.

    Adorei as dicas, vou procurar os apps sugeridos, abraço!

    • Verdade, Daniel! Eu já tentei outros também que transformam o inbox em to do lists, mas acabo voltando para o “Tarefas” humildão porque é dele que gosto mais (vá entender). Hahaha
      Nessa pegada, já usei o https://www.sortd.com/, mas não gostei tanto porque no app do Gmail pra celular depois as tags e pastas ficam meio bagunçadas.

    • Que bom que curtiu, Daniel!

      Acho que a Carol mudou a vida de muita gente com essa dica das tarefas do Gmail… Curioso como cada um tem um jeito e uma ferramenta preferida pra se organizar.

      Obrigado por compartilhar essa dica do Inbox, não conhecia. Fui dar um confere e achei massa a proposta.

      Abração!

    • Carolina Walliter

      Daniel, por acaso o Inbox GMAIL te permite agendar envios? Qual a diferença dele? Não conhecia….

      • Daniel Spacof

        Olá Carol, nossa, essa era uma função que eu gostaria muito que tivesse.
        O Inbox é o GMAIL com uma interface mais moderna, seguindo esse novo padrão da interface das coisas da Google agora. Acredito que eles deixaram a antiga ainda como opção, porque realmente mudou muito, mas já me acostumei, prefiro a interface do Inbox do que a do GMAIL padrão, tem o app no Inbox também que é muito bom. É uma questão de testar e ver qual se enquadra melhor em seu dia-a-dia. Abraço!

        • Carolina Walliter

          Entendi. Acabei de instalar o Todoist para Gmail. Lá vou eu, não sossego com os apps! Abraço!

      • Aí Carol,

        Tava dando uma olhada no Inbox pela manhã e achei esse videozinho aqui que mostra a diferença dos dois. O vídeo é meio tedioso, mas vale a pena ver a diferença nas interfaces. Depois de ver a do Inbox, a do Gmail fica parecendo muuuito ultrapassada.

        https://www.youtube.com/watch?v=JpVTb4NHNwo&t

        • Carolina Walliter

          Vou assistir!

      • Para agendar emails, eu uso o Streak https://www.streak.com/

  • Como sempre, excelente podcast!
    É bom conhecer a rotina de outros profissionais, pois acredito que não existe regra quando falamos sobre produtividade, mas sim testar e analisar o que funciona melhor para cada um.
    Vou comentar dois pontos aqui:

    1. Na parte que vocês comentam sobre a postura do profissional em relação aos clientes, calhou que no último livro que li, “A Coragem de ser Imperfeito”, a autora comenta sobre liderança e sobre como somos programados para baixar a cabeça, como bem pontuou a Carol Machado (foi ela, né?), e no livro ela cita a resposta de uma aluna do ensino fundamental durante uma entrevista: “Às vezes, dá para fazer perguntas ou desafiar ideias durante a aula, mas se a gente pega um professor que não gosta disso, ou se alguns colegas ridicularizam quem age assim, é terrível. Acho que a maioria de nós acaba aceitando que o melhor é manter a cabeça baixa, a boca calada e as notas altas”. Acredito que, desde pequenos, nós somos modelados dessa forma, e por isso que quando precisamos botar a cara a tapa temos tanta dificuldade. E já que a Dani sempre indica um Ted Talk, a pesquisadora e autora desse livro que citei, Brené Brown, também já participou, e deixo aqui como indicação.

    2. Agora, entrando no mundo da produtividade, uma rápida dica pra quem é adepto das listas de tarefas, que funcionou extremamente bem para mim. Eu também planejava meu dia pela manhã, e após ler um livro que ensina um método de produtividade, simplesmente passei a programar meu dia na noite anterior. Dessa forma, eu já inicio o dia sabendo o que fazer, e não preciso gastar tempo e energia com isso. Para mim, essa simples mudança foi muito positiva! Obviamente que isso não vai encaixar na rotina de todos, mas fica aqui minha indicação.

    Valeu pessoal, obrigado pelo conteúdo e grande abraço à todos!

    • Exato, Pedro!
      Concordo contigo, não existe regra… é tentativa e erro até achar o que se encaixa ao seu perfil.

      Massa isso que você citou do livro, ele já foi pro ‘quero ler’ do meu Goodreads

      Infelizmente acho que muita gente precisa aprender a dialogar sobre as coisas. Deixar o ego de lado pra evoluir uma ideia em parceria é muito difícil pra muita gente. Atire a primeira pedra quem nunca percebeu que tava errado em uma discussão e mesmo assim não deu o braço a torcer.

      Foda termos tanto medo de críticas, que bom que já tem muito conteúdo sendo criado sobre isso e aos poucos o pensamento geral vai mudando. E quem sabe mais pra frente não teremos um mundo onde falar sobre as coisas de peito aberto seja mais fácil. Hein? É uma caminha looonga… mas….

      Essa dica de planejar o próximo dia na noite anterior é muito boa. Já pratiquei isso. E é incrível como ajuda no combate a ansiedade, o estresse e o sono é bem mais tranquilo.

      Abraço e obrigado por participar!

      • Show, Henrique!
        Perfeito.
        E realmente, a caminhada é longa, mas o importante é fazermos a nossa parte e melhorarmos um pouquinho a cada dia.
        Abraço!

    • Fala Pedro! Já vi os TEDs da Brené Brown. São excelentes :) Gosto em especial desse “O poder da vulnerabilidade” https://www.ted.com/talks/brene_brown_on_vulnerability?language=pt-br (esse que deu origem ao livro não foi?).

      Sobre a lista, também já li sobre isso de se programar na noite anterior… Eu tentei mas não funcionou bem pra mim. Meus finais de dia acabam sendo ainda mais corridos que minhas manhãs :) E acabo esquecendo de fazer programação. Mas achei uma dica ótima.. quem sabe um dia quando as crianças forem maiores? :)

      • Fala, Dani! Exatamente, foi esse mesmo que deu origem ao livro. Achei excelente a abordagem dela a esses temas que assombram a nossa sociedade.

        Quanto a lista, entendo que isso não tenha se adaptado a sua rotina. O legal é entender que a produtividade envolve diversos fatores e fases das nossas vidas, e cada pessoa deve testar e buscar o que funciona melhor para si. E isso ficou bem claro no podcast, muito bom!

        Abraços!

        • Pois é… aliás uma coisa que é bacana lembrar é que não precisa escrever a rotina em pedra. A gente pode ir mudando, adaptando… até de semana em semana se for preciso. Afinal de contas a rotina precisa servir para dar mais liberdade e não aprisionar a gente. Beijos!

    • Carolina Walliter

      Pedro, também planejo meu dia na noite anterior ou assim que concluo o expediente. Ótima dica!

  • Anderson Kniess

    Fala galerinha gente boa, mais um podcast muito bom. Existe várias técnicas para melhor o desempenho no trabalho, mas penso que o autoconhecimento vem antes de tudo. Já tentei utilizar algumas técnicas, mas com o passar do tempo fui me conhecendo e vendo quando e de que forma consigo trabalhar melhor. Não me recordo de quem falou sobre educar clientes, mas quase todos os clientes querem tudo para ontem, é raro ter clientes com urgências de 15 dias hehaeha. Realmente temos que chegar ao ponto onde os clientes vejam que o designer é uma empresa um prestador de serviço deles e para isso existem prazos para ser cumpridos e não são um funcionário deles.

    • Fala, Anderson!

      Já to achando engraçado o quanto a gente fala de ‘autoconhecimento’. Vou começar a promover pacotes pra fazer o Caminho de Santiago de Compostela. :)
      Piadinha à parte, autoconhecimento é fundamental, não só pro trabalho, mas pra vida em geral.

      Educar o cliente é fundamental. Pela troca de experiência com a galera, sinto que muito profissionais meio que deixam o cliente ditar o ritmo, quando na verdade é o profissional que tem que conduzir a coisa toda. Claro, sem impor as coisas, mas apontando a direção.

  • Wellington Knabbenn

    Parabéns por mais um Podcast o/

    Eu não consigo ter e-mails não lidos na minha caixa de entrada nem notificações não vistas no Skype, se ter algo lá e eu não vi/resolvi eu me sinto incomodado, sinto que tem alguém precisando de mim, não consigo ignorar. Isso porque meus e-mails não podem ser simplesmente respondidos, sempre tem alguma tarefa envolvida. Os e-mails me mostram a ordem das tarefas diárias.

    Trabalho com desenvolvimento de sites e meu processo é muito parecido com o do Vinny Campos. Dependo do cliente para cada etapa do meu trabalho. Briefing, conteúdo para o site, feedback do site, informações de acesso de domínio/hospedagem, etc. É a questão da “batata quente”, faço algo e mando para o cliente, enquanto ele está preparando o conteúdo ou a lista de alterações para me enviar, passo para outro cliente e faço esse rodizio, sempre tento me livrar dos problemas o mais rápido possível.

    Uso listas no Trello para organizar os projetos em um formato semelhante ao Scrum (Entrada, Desenvolvimento, Espera, Finalizados, Etc), mas as tarefas diárias escrevo em um bloco de notas que fica aberto o dia inteiro no meu computador, então, sempre que realizo alguma tarefa ou alguém solicita algo, eu escrevo no bloco de notas, acho ele muito mais prático e acessível. Já tentei utilizar To Do List, Wunderlist e Habitica, mas, o bloco de notas pra mim ainda é a melhor ferramenta.

    Profissionalmente, tudo certo, organizado e produtivo. Mas quando chego em casa… sinto que preciso de um mínimo de “felicidade diária”. Vou jogar ou assistir séries, e como sempre, o que não anda são os projetos pessoais.

    • Que belo comentário, Wellington!

      Tamo junto na questão de e-mails e mensagens. Sinto a mesma coisa, parece que preciso resolver aquele ‘detalhe’, pra depois imergir com concentração total em alguma tarefa mais ‘séria’.

      Curioso como muita gente usa ferramentas simples, tendo todos esses softwares a disposição. Eu mesmo sou adepto do papel e caneta.

      Foca nos projetos pessoais, cara. Eles podem te ajuda a sair da ‘corrida dos ratos’. ;)

      Obrigado pela contribuição, meu caro! Grande abraço!

  • Lincoln Vasselai

    Excelente podcasts e com dicas muito valiosas. Uma delas é o Todoist, que realmente é viciante. Você se dar micro tarefas e ir riscando elas é um prazer imenso (não me pergunte por que) e bater as metas diárias. A gamificação nele é bem viciante e ajuda a você a ganhar códigos promocionais pra você e amigos. Apesar de ser pago, é um valor irrisório que vale muito a pena.

  • Jony Anderson

    Questão de organização do espaço é muito importante pra mim. O caos em volta atrapalha. Então tem q arrumar, organizar e ficar focado no job;
    Quando tem muita coisa pra fazer é determinar por urgência x prazo, mas se tem coisas muito rápidas que vão diminuir consideravelmente a lista de afazeres, pra quem é muito ” visual”, o ideal é acabar com elas o mais rápido possível;
    UMA única folha de papel com todas as tarefas listadas em ordem já me resolve. No final do dia, uma nova lista é escrita com o que faltou e mais as novas que virão no dia seguinte, e a atual lista riscada/quase finalizada vai pro lixo. É perfeito pra quem está atrasado e aí cola aquele A4 ali na cara que fica te pressionando e funciona. Tem q ir riscando as tarefas, quase um jogo. Fora isso, me dou bem com o CALENDAR do Google. Já tentei todas as outras opções, mas quanto mais simples pra mim, melhor.
    Sabe o Bullet Jornal que colocaram um vídeo aqui? VIIIISHHHHHH…. nunca daria certo pra mim. Hahahaha
    Abraços a todos.

    • Sim, Jony!

      Pra mim também, o caos atrapalha, me deixa ansioso, parece que a cabeça fica olhando e pensando ‘isso tudo tá fora do lugar’ (modo maniático ativado).

      E acho que o bullet também não funcionaria pra mim. Na real, ainda não senti necessidade de um método mais eficaz do que a minha simples e organizada planilha de pauta encadernada. Talvez, se mais pra frente precise de algo mais elaborado, por que não testar o bullet journal? Aguardaremos.

      Grande abraço e obrigado por participar!

      • Jony Anderson

        Sinceramente, achei um puta trampo o bullet journal. Acho q minha ansiedade não me permite parar e organizar aquilo tudo antes de organizar tudo que devo, para então realizar tudo que preciso.
        Acho que a organização de cada um, sendo funcional, é a que deve ser mantida.
        Trampei pesado com uns amigos em um projeto ano passado, que era uma insanidade de controles e acessos: trello, evernote, regras pra isso, regras pra aquilo… eu perdia tanto tempo tentando achar as coisas que eu precisava para realizar minha parte do job que eu joguei a toalha. Antes dei feedbacks, expliquei mil coisas, justiquei e nada mudava. Aí mudei eu.
        Esse lance de app intuitivo e funcional para organizar tarefas, só é isso realmente se vc entra nele e se sente em casa. Se deu muita voltinha, agarrou num lance ou impossibilitou outro, já era. :)

    • Olha, achava que só eu era a louca da organização… :p mas tô vendo que essa necessidade de organizar o entorno para produzir é algo comum em profissionais que criam. Já tem muito barulho dentro da nossa cabeça né? (bom, pelo menos tem muito dentro da minha.. tipo umas vozes.. :p Não, sem vozes, ainda não cheguei neste ponto de loucura :p) Se tiver muito ruido fora realmente fica difícil. Tenho pensado muito nessa coisa do caos x ordem. Como eu preciso que haja um equiliibrio entre os dois para ficar tranquila. Não é a toa que uma das minhas respostas mais comuns aos stresses da vida é arrumar as coisas. Mas tb se tá tudo muito calminho, preciso de um movimento, de novidade… Tipo yin e yang :)

      • Jony Anderson

        É muito louco isso. O meu job extra de sábado seria (e foi) rápido, mas arrumar tudo em volta fez ele fluir calmamente e me fez admirar meu ambiente de trabalho por todo o resto do dia enquanto assistia GOT pela primeira vez, zerando então a primeira tenmporada. Hahaha

  • Maete Porto

    Excelente podcast, amei! Acho muito legal que quando ouvimos outras pessoas falando dá um alívio de não estar sozinha nas “loucuras” de um home office. Seguidamente estou revisando minhas rotinas, acho que cada um funciona de uma forma. Também preciso ter minha casa arrumada para começar a trabalhar. Não tenho filhos, mas tenho cachorros que também precisam de atenção. As minhas manhãs são mais produtivas, porém como é o horário que meu marido está em casa, tenho aproveitado para ficar com ele e fazermos as coisas juntos como passear com os cachorros e treinar. Depois que ele vai trabalhar, coloco a casa em ordem, tomo o banho e me visto como se fosse para o escritório fora, isso me ajuda a me sentir bem. Os cachorros, apesar de filhotes ainda, já sabem que quando falo que “agora preciso trabalhar” eles deitam embaixo da minha mesa em cima dos meus pés (um em cada pé) o que me faz não conseguir sair da mesa sem chamar a atenção deles. Por um lado, eles não me deixam perder a concentração. Estabeleci o meu horário de acordo com o horário do meu marido, pois ele trabalha bastante, então procuro estar com ele quando esta em casa. Meu “expediente” vai das 13h30 até as 21h, com parada as 18h para dar uma caminhada com os cachorros. Assim todos entram na rotina. isso faço de segunda a segunda, e tiro folga quando ele tem folga. Aqui nos EUA eu vejo que as pessoas trabalham muito, sem muito tempo para viver, e não quero mais isto para a minha vida. Já tem pelo menos 15 anos que trabalho em casa e já passei por várias fases. Estou trabalhando de segunda a segunda por estar implementando um novo negócio, mas assim que as coisas estiverem rodando vou revisar novamente a rotina. Mas gostei muito da dica de não responder e-mails ou mensagens fora do horário de expediente normal (das 9h as 18h) acho que algumas vezes as pessoas acham que porque tu trabalha em casa está a disposição a qualquer horário. Estava cometendo este erro, valeu muito a dica. Também gostei muito do tarefas do Google, vou testar. Parabéns por esta tua iniciativa e trabalho Henrique, sempre trazendo assuntos legais e esclarecedores.

    • Oi, Maete!

      …e me visto como se fosse para o escritório fora

      Fico feliz que não seja só eu que tenha esse tipo de costume. Pra mim isso é fundamental pra entrar no ‘mood’ certo pro trabalho.

      Acho fundamental ter uma rotina clara de trabalho. Engraçado que tem gente que pensa que ser freelancer é não ter rotina. Pra mim, não ter a rotina definida é um passo pra ficar ansioso e começar a procrastinar. Uma coisa é ter horário flexível, outra coisa é não ter horário pra nada.

      Mas essa é apenas a minha visão. Como a gente sempre gosta de lembrar nos podcasts, cada um tem o seu perfil de resolver as coisas e não existe certo e errado.

      Obrigado por compartilhar um pouco da tua rotina com a gente. :)

      • Maete Porto

        Henrique, chego a me maquiar. Por isso digo que quando ouço os podcasts vejo que não estou sozinha nas loucuras. Eu vejo que o futuro, pelo menos para o design gráfico e para algumas outras profissões, será o home office. Sem rotina tu acaba não conseguindo fazer nada direito, teu dia rende muito menos do que tu imaginava e acaba que tu fica frustrado e ansioso como tu falou. Um dos integrantes falou do imprevisto, ainda temos que contar com isso!

  • Raquel Brito

    O melhor podcast! Amo esse tema de produtividade, sempre estou pesquisando algo que possa me ajudar a melhorar!
    Meu trabalho é ajudar as pessoas a serem mais produtivas, não ensinando como “fazer”, mais fazendo por elas haha, e super identifiquei meus clientes com os comentários de vocês no podcast, a maioria das pessoas é mais produtiva no trabalho, e improdutiva na vida pessoal. Sem querer fazer propaganda do meu trabalho, mais já fazendo, se quiserem entender melhor como funciona, segue o link do meu site: http://www.virtap.com.br, acho que pode ajudar muita gente que está na mesma situação.

    Mas falando da minha experiência pessoal, digamos que eu tenho épocas bem produtivas e épocas muito ruins( volta de férias),meu trabalho tudo gira muito rápido, eu não tenho prazos longos, o que me obriga a fazer as coisas assim que recebo, meus prazos geralmente são de 2 dias no máximo hehe. Uma coisa que me deixa improdutiva, é que eu tenho que aguardar respostas de clientes para seguir as tarefa, e as vezes demora muito, ainda não consegui me adaptar a isso, porque se começo outra tarefa, acabo sendo distraída quando outro cliente responde(principalmente por whatsapp).

    Sobre rotina. Eu sou mais produtiva na parte da tarde, já percebi que mesmo que eu acorde cedo, eu fico enrolando e só consigo trabalhar de fato na parte da tarde, depois que almoço, isso me irrita bastante, porque sei lá, meio que me sinto culpada quando não rendo pela manhã, meio louco eu sei…

    Eu uso o trello para controlar todas as tarefas, tenho um quadro com todas as tarefas de clientes compartilhado com minha equipe , onde eu delego cada tarefa para cada pessoa, e dentro desse quadro também tenho um card específico que é so meu, é mais um checklist rápido que todos os dias eu coloco várias coisas rápidas que eu tenho que fazer(tipo cobrar fulano, responder tal e-mail, ligar para tal pessoa), só para tirar da mente, e isso me ajuda demais, até a dormir melhor, porque a partir do momento que eu coloco lá, eu paro de me preocupar, porque sei que não vou esquecer. Meu trello é bem funcional, depois de muito tempo trabalhando com ele, consegui montar um esquema de tarefas perfeito para mim haha, bem difícil de explicar, mas eu gosto de coisas visuais, e meu quadro lá é exatamente assim, eu tenho uma visão geral de todas as tarefas atuais e futuras, acho que isso ajuda bastante!

    Eu gosto de coisas simples, já testei usar várias ferramentas, mas quando começa a complicar demais , fica mais difícil ser produtivo, então hoje eu uso poucas ferramentas, porém essenciais, e tenho um jeito bem específico de gerenciar cada coisa.

    Eu poderia escrever por horas aqui sobre isso haha , mas ja ficou quase uma redação.

    Obrigada pelo Podcast, e não parem!

    • Oi, Raquel!

      Muito interessante seu trabalho. Me parece um ramo bastante promissor e conectado com futuro do mercado de trabalho.

      Também sinto essa culpa quando não produzo pela manhã. Será que isso não acontece porque ficamos comparando o nosso estilo de trabalho com o estilo tradicional? Das 8h às 18h? Pois não precisa rolar culpa se trabalhamos focados em resultados.

      Acho que a gente confunde muito o lance de estar ‘ocupado’ e estar ‘produzindo’ de fato. Tem gente que tá no escritório no horário comercial todo, mas produz efetivamente digamos apenas 2h. Acho que o lance é fazer o que precisa ser feito, independente do horário. Seja manhã, tarde ou noite, né?

      Brigadão por participar!

      • Raquel Brito

        Obrigada Henrique! Acho que exatamente isso que acontece, o difícil é conseguir incorporar e fazer nosso subconsciente aceitar isso, é um desafio!

  • Luedy Costa

    Demorei mas cheguei!!
    Vocês falaram sobre prioridades e urgências. Eu concordo com o Vinny, não existe nada urgente, o que existe é a falta de planejamento de alguém. E digo mais: quando tudo é prioridade, nada é prioridade.

    Eu sou autônomo só depois das 19h… mas eu checo os meus e-mail logo pela manhã quando chego no escritório onde trabalho. Mesmo não podendo resolver nada naquele momento pelo menos dou uma resposta ao cliente com um prazo para resolver aquela solicitação, mesmo seja apenas um pedido de orçamento. E prefiro fazer isso logo pela manhã pois me permite chegar em casa já sabendo qual a minha prioridade da noite.

    Mas voltando um pouco antes de chegar no escritório… minha rotina após acordar basicamente consiste em comer o que for mais rápido de preparar, dar uma cuidada nas plantas, dar uma olhada no instagram pra já acordar o cérebro e depois vejo algum video de um palestrante motivacional chamado Eric Thomas – The Hip Hop Preacher (sugiro: https://www.youtube.com/watch?v=1KM26IB8FVE ) e ai vou para o trabalho escutando alguma música.

    Quanto ao barulho, eu acho que já falei em alguma outra postagem… eu nasci numa encruzilhada religiosa. A casa da minha mãe fica entre um terreiro de candomblé e algumas igrejas então tive que sobreviver entre gritos de aleluia e atabaques. Então minha cabeça se adaptou ao barulho. Eu me concentro com mais facilidade no barulho. O silêncio absoluto me incomoda… é como se fosse o silêncio que precede o esporro (já dizia o Rappa)… eu fico esperando um estrondo acontecer a qualquer momento.
    aaaah… Eu também odeio atender o telefone. Odeio audio no whatsapp (odeio que chamem de zap-zap)… sim, sou um velho ranzinza! E sobre alimentação… melhor não comentar. kkkkk…

    Mais um podcast barril dobrado*!!! Parabéns, galera!
    *Barril = gíria baiana para dizer que algo é foda. Quando algo é muito foda se diz que é barril dobrado. :)

  • Excelente PodCast com ótimas dicas…

    Gostaria de contribuir com uma ferramenta muito bacana para a produtividade, usada dentro do Gmail, que é o Plugin Boomerang. Com ele é possível agendar o envio de e-mails (que o Gmail já deveria ter). Assim você pode concluir um trampo em qualquer horário, mas enviar pro cliente em um horário específico. Por exemplo, você termina o job 22h, 00h (no seu horário)… mas programa para que o e-mail seja enviado na hora combinada com o cliente 08h, 09h do dia seguinte. Isso ajuda a evitar contatos e mensagens fora do ‘horário de trabalho’.

    Boomerang – Plugin de Agendamento para Gmail
    http://www.boomeranggmail.com/

  • Complementou super bem o pod sobre procrastinação, muito maneiro! Não tenho muito a contribuir, pois minha organização é simplinha e básiquinha, sem apps e sem muitas inovações.. Enfim, anotei diversas dicas pra testar.

    Só queria mesmo parabenizar pelo debate, mandar aquele beijo pra Dani (Rainha), pro Vinny queridão e pra Carol W. (já estava com saudades da tua participação Carol!). Dei uma maratonada no blog da Carol Machado e achei o conteudo muito bom, super legal a participação e também o artigo dela publicado aqui no aparelho (Lisboa para Criativos).

    Henrique parabéns por continuar trazendo participantes de áreas bem diversas, gosto muito de ouvir esses relatos e expandir a visão sobre tudo o que é possível ser feito no modelo de Freela.
    Beijão, hasta la vista!

  • Muito legal ver a presença das meninas em massa!

    Muito bom o podcast, galera! Me vejo em várias situações, inclusive em pontos negativos. É sempre bom lembrar da importância de evitar os excessos. Ser produtivo é o objetivo, mas vale refletir sobre o fato de que 100% de produtividade (se é que isso existe) pode ser tão prejudicial quanto 0%. Temos que tomar cuidado com os objetivos impossíveis ou muito difíceis de cumprir. Caso não tenhamos sucesso a consequência é a frustração.

    @disqus_ED6tid9eeH:disqus , eu gosto de lavar louça. Me contrata! Inclusive, a louça é um artifício que utilizo para descansar a mente nos intervalos entre uma tarefa e outra.

    @carolinawalliter:disqus , tá produzindo demais. Vai descansar!

    Show de bola como sempre!

    • Walter, a louça aqui em casa está a disposição sempre de qualquer louco que goste disso :p Fazemos assim, vc vem visitar a Serra, lava a louça lá em casa e conversamos sobre projeto :D

Publicidade
MAIS DE 8.000 PRofissionais independentes Já recebem ANTECIPADAMENTE AS nossas atualizações.
Cadastre-se na nossa newsletter e receba “O Incrível Manual do Freelancer Moderno” direto no seu e-mail, sem pagar nada por isso.
 Sempre enviamos conteúdo relevante, sem spam. E você pode se descadastrar quando quiser.