WordPress: descubra por que você deve colocar ele no seu site ainda hoje
 Publicado: 10/10/2016 Atualizado: 21/03/2017

WordPress: descubra por que você deve colocar ele no seu site ainda hoje

Economize tempo, dinheiro e usufrua de uma infinidade de recursos para explorar o potencial do seu site.
  Por Henrique Pochmann
WordPress é incrível e é de graça. Pode esfregar os olhos, porque é isso mesmo.

WordPress, esse bendito gerenciador de conteúdo é falado por toda a parte. Se você já cansou de ver as pessoas falando dele, mas nunca tirou um tempo pra entender o que, de fato, faz esse negócio. Chegou a hora!

Ao final deste artigo, além de ter um belo overview do que é o WordPress, você ainda vai ver um passo a passo mostrando como é fácil instalar ele no seu servidor.

Rumo a um site mais moderno e competitivo!

 

Tópicos deste artigo

 

 

Pra começo de conversa, o que é esse tal de WordPress?

logo-wordpress

Ele talvez seja o mais famoso gerenciador de conteúdo da interwebz. Com ele, é infinitamente mais fácil ter um site competitivo e também manter o seu site atualizado. E o melhor, você não precisa saber necas de pitibiribas de programação (como HTML, CSS, JavaScript, PHP, etc..).

Mas não confunda! Existem dois tipos de WordPress. Eu explico a diferença a seguir.

 

WordPress.org

deskotp-imac-com-wordpress-org

O WordPress.org é o site que disponibiliza o software, sem custo algum, para que você faça a instalação no seu próprio servidor. Este artigo é focado neste WordPress, no software.

 

WordPress.com

macbook-wordpress-com

WordPress.com É um serviço que oferece hospedagem de sites com WP. Oferece vários modelos de planos e um deles é até grátis. Porém, o plano free tem várias limitações.

Se você está na dúvida sobre qual dos dois utilizar. Recomendo que você opte pelo WordPress.org. Baixar o software e usar no seu próprio domínio te dá mais liberdade para explorar todo o potencial do WordPress e também permite que você customize o que for necessário para o seu próprio estilo de negócio.

 

Parece bom, mas me conta mais algumas vantagens

Deixa eu respirar fundo aqui. Vou citar as principais. Me acompanha sem perder a conta…

 

É grátis!

menina-com-presente-de-natal

Feliz Natal!

Como eu falei antes: é grátis! Puta presentão, hein?

Aí você deve estar se perguntando “como é possível ser grátis e ser tão bom assim?”.

Quando comecei a utilizar o WordPress, eu mesmo não acreditei que o gerenciador de conteúdo de um site poderia ser tão bom e ainda assim gratuito.

O WordPress é um software de código aberto. É mantido por uma gigantesca comunidade internacional de programadores que são voluntários e apaixonados pela ferramenta.

Esses caras merecem uma caixa de cerveja por nossa conta, não?

 

Fica cada vez melhor

wordpress-fica-cada-vez-melhor

Periodicamente novos recursos são adicionados ao software. Ou seja, fica cada vez melhor. Não tão bom quanto chocolate, mas… but…

Esse lugar incrível que chamamos de internet evolui a passos largos. Todos os dias novas ferramentas, redes sociais e outros recursos surgem. Seu site precisa estar preparado para encarar essas mudanças sem sofrimento.

O WordPress está sempre sendo atualizado. Periodicamente ele ganha uma versão atualizada. E novos plugins e templates são lançados a todo momento para atender as novas necessidades.

 

Conta com uma infinidade de plugins

wordpress-conta-com-mais-de-46mil-plugins

Plugin é um pequeno programinha que você instala no seu WordPress para que ele adicione uma determina função ao seu site.

Até o fechamento deste artigo, o site WordPress.org já contabilizava mais de 46 mil plugins a sua disposição.

Precisa de um formulário de contato? Tem diversos plugins pra isso. Precisa de uma galeria de fotos? Tem diversos plugins pra isso. Praticamente pra tudo tem um plugin de WordPress. E se ainda não tem, alguém já deve estar trabalhando nisso.

E o melhor, a maioria dos plugins são grátis. Alguns, com recursos extras, são pagos e normalmente os preços são bastante acessíveis.

 

Conta com uma infinidade de temas/templates também

wordpress-possui-muitos-temas-templates

São os temas/templates que dão a cara para o seu site. Existem diversos modelos grátis com design pronto para os mais variados tipos de negócio.

Caso você não encontre um template grátis do seu gosto, pode comprar um template premium (como o FFFolio que é um template especial para freelancers) ou então contratar um desenvolvedor para construir um de acordo com sua necessidade.

 

Tem muito conteúdo disponível de graça

uma-multidao-de-gente-ama-o-wordpress

Milhares de pessoas amam o WordPress. Essa comunidade apaixonada gera muito conteúdo relevante.

Se você é apenas um usuário e precisa saber qual o melhor plugin para determinada função, uma rápida busca no Google é capaz de localizar o resultado que você precisa.

O mesmo acontece se você é um desenvolvedor e precisa descobrir a melhor maneira de implementar uma solução.

Existem muitos vídeos no youtube, fóruns especializados, sites, blogs, etc… dedicados a WordPress. Fica melhor ainda se você entende Inglês.

Quem não quer fazer parte de uma comunidade que cresce todos os dias, está engajada e disposta a colaborar entre si? Eu quero.

 

É um ganho inestimável de tempo e dinheiro

tempo-e-dinheiro-time-is-money-super-sam

Se você fosse desenvolver, do zero, uma solução como o WordPress, certamente levaria anos pra chegar no ponto em que ele está hoje. Sem contar a grana que você teria que investir nessa programação.

Eu sou do tempo que só quem tinha muita grana tinha um gerenciador de conteúdo no site. E ainda sim, cada parte do site tinha um gerenciador de conteúdo separado. Era um pra galeria de fotos, outro para o fórum, outro para as notícias, e assim por diante. Diversas gambiarras que no final geravam um belo Frankstein. Tempos difíceis. Obrigado, WordPress.

 

Serve pra tudo? Até e-commerce?

wordpress-serve-para-ecommerce

WordPress é uma ferramenta bastante versátil. Já utilizei ele em sites, blogs e pequenas páginas de vendas. Dá pra resolver muito bem, sem maiores complicações e dores de cabeça.

Porém, ah, porém… você precisa analisar o perfil do seu negócio. O WordPress atende muito bem uma gama enorme de sites. Mas acreditar que ele se encaixa bem em TODOS os estilos de projeto, é um erro.

Já vi um desenvolvedor tentar resolver o site de uma Startup com o WordPress, o resultado não foi positivo. O projeto tinha muitas particularidades. O cliente acabou tendo que recomeçar do zero com um gerenciador próprio. Ou seja, tempo e dinheiro jogados fora.

No caso de um e-commerce, existe o plugin Woocommerce. Ele atende muito bem os usuários de WordPress que querem ter uma loja virtual. Mas caso você precise de algo mais robusto, talvez uma solução melhor seja o Magento, um software também de código aberto, porém totalmente focado em lojas virtuais.

Se você é um profissional freelancer, blogueiro, ou precisa de uma simples página de vendas ou um site institucional, nem esquenta… vai de WordPress que vai bem.

 

Conhecendo a interface do WordPress

Com uma interface super amigável, o WP faz com que a tarefa de atualizar o seu site seja bem mais simples e rápida. Veja abaixo alguns screenshots da área administrativa do WP.


pagina-de-login-wordpress
Página de Login para acessar a área administrativa do WordPress.

 

area-administrativa-do-wordpress-com-o-tema-freelancer-full-folio

Área administrativa do WordPress com o Freelancer Full Folio instalado.

 

Requisitos para instalação

Basicamente você precisa de uma hospedagem profissional que dê suporte a WordPress. Detalhando um pouco mais, você precisa de um servidor que dê suporte a PHP e banco de dados MySQL. É isso que faz o WP rodar.

Eu utilizo e recomendo a KingHost.

 

Passo a passo para instalar o WordPress

1 – Vá até o endereço br.wordpress.org e baixe o WordPress em português;

baixar-wordpress-em-portugues

 

2 – Descompacte o arquivo dentro do seu computador. Conecte-se ao seu FTP e transfira todos os arquivos da pasta “wordpress”;

arraste-o-conteudo-da-pasta-wordpress-para-o-ftp

 

3 – Acesse no seu navegador o endereço seudominio.com/wp-admin/setup-config.php e insira os dados abaixo. Se você não souber, sua hospedagem pode te informar.

wordpress-entre-com-os-dados-do-seu-banco-de-dados

 

4 – Se os dados estiverem certos, você verá uma imagem como a que está abaixo. Então é só clicar em “instalar”.

banco-de-dados-wordpress-configurado-com-sucesso

 

5 – Agora é só você definir título, usuário, senha e e-mail para o seu site e então clicar em “Instalar WordPress”.

configuracoes-para-login-no-wordpress

 

6 – Se tudo ocorreu bem, você verá a seguinte mensagem:

wordpress-instaldo-com-sucesso

 

7 – Você pode clicar em “Fazer Login” e acessar com os dados que você configurou ou então acessar o endereço do seu site e ver o template padrão do WP instalado. Será algo assim:

template-padrao-wordpress

 

Agora é só instalar um template adequado

Com o seu novo gerenciador de conteúdo instalado. Agora busque na internet algum template que esteja de acordo com o propósito do seu negócio. Existem diversas opções grátis por aí.

Mas as melhores, realmente, são as pagas. E caso não encontre alguma que atenda as peculiaridades do seu business, você sempre pode contratar algum profissional para desenvolver um tema sob-medida pra você.

Se você trabalha como freelancer, aconselho fortemente que conheça o Freelancer Full Folio. É um tema premium para WordPress que eu mesmo desenvolvi, uso e recomendo.

Abaixo eu mostro como instalar um template/tema usando o Freelancer Full Folio como exemplo.

 

Instalando um tema

Instalar um template, ou tema, é muito simples. Basta transferir os arquivos já descompactados para a pasta “themes” localizada dentro da pasta “wp-content” no seu FTP.

instalando-o-tema-freelancer-full-folio

 

Após a transferência, basta logar no painel administrativo (seudominio.com/wp-admin/) e o seu novo tema estará lá (aparência/temas) pronto para ser ativado.

ativando-o-tema-freelancer-full-folio

 

Concluindo

E então, o que você achou deste post, ele te encorajou a utilizar o WP? Você prefere outro modo para gerenciar seu site? Deixe seu comentário abaixo e vamos desenvolver mais esse assunto. E se você ficou com alguma dúvida, escreva ela nos comentários, de repente eu posso te ajudar em algo. :)

 

Posso te pedir um favor?

Se você acha que este conteúdo é útil, por favor, compartilhe ele nas suas redes sociais. Isso ajuda o Aparelho Elétrico a continuar publicando conteúdo relevante e gratuito pra todo mundo que trabalha como freelancer.

Quer ser avisado de novas publicações? Cadastre seu e-mail na caixa abaixo.

 

Grande abraço e até o próximo post!

Hey, GOSTOU DESTE POST?
Assine GRÁTIS nossa newsletter e receba nossas atualizações antes de todo mundo.

Você ainda leva uma cópia do “O Incrível Manual do Freelancer Moderno” direto no seu e-mail e sem pagar um tostão por isso.
 Enviamos conteúdo relevante, sem spam. E você pode se descadastrar quando quiser.
Publicado por:
Henrique Pochmann
Criou o Aparelho Elétrico em 2014. Produz e apresenta o podcast do blog. Trabalha com marketing digital desde 2002. Quer mais tempo para colocar outros projetos em prática, quer uma bicicleta e quer uma bio mais legal também.

Recomendados para você
 marketing
Um manual básico de SEO para freelancers gerarem mais negócios através da otimização dos seus sites.
  Por Henrique Pochmann
 marketing
Um guia super explicado para fazer o seu site começar a render bons negócios e parar de render dores de cabeça.
  Por Henrique Pochmann
Participe da Conversa
  • Excelente post Henrique, iniciativa sensacional. Já acompanhava o Aparelho Elétrico antes e agora com sua sacada de falar sobre WordPress farei isso com muito mais frequência. Sucesso.

    • Legal que curtiu, João!

      WordPress é uma maravilha, certamente vamos falar muito dele aqui ainda. =)

      Abração e obrigado por participar!

  • Rubens

    Muito bom o conteúdo, Henrique! Você, como sempre, nunca decepciona. Legal trazer um conteúdo de WP, geralmente o pessoal o acha um grande enigma, mas na verdade ele é bem fácil de uti, dependendo do nível de personalização necessitado. Valeu!

    • Fala, Rubens!

      Com certeza, ele é muito fácil e uma mão na roda. É engraçado pensar que um sotware como esse tá aí a nossa disposição e ainda tem gente que não utiliza.

      Fico feliz que tenha curtido. Obrigado por comentar!

      Grande abraço!

  • Jack Jonh Black

    Tá aí, poderia criar um especial no podcast sobre WordPress/ Woocommerce, acredito que se desse uma sondagem com Cláudio Sanches, teria um convidado especial para esse episódio , sempre é um tema gostoso de ler, ouvir e aprender…

    • Fala, Jack!

      Sabe que venho pensando a respeito disso, um episódio abordando o WordPress. Acho que seri útil pra muita gente. Sugestão anotada.

      Não conheço o trabalho do Cláudio Sanches, mas vou procurar me informar. Obrigado pela dica.

      Grande abraço e obrigado também por participar!

  • Almir

    Post fantástico – super-detalhado, informativo e conta tudo sobre o WordPress de forma bem direta, sem rodeios. Já utilizo o WordPress desde 2014 e gosto muito dos recursos dele. Curti muito este post, vou compartilhar com certeza ;-)

    • Legal que curtiu, Almir!

      Bom receber teu feedback aqui de quem usa o WordPress e aprova. Sou fã do WP e acho que vai demorar a surgir outra ferramenta tão bacana e acessível nessa área.

      Grande abraço e obrigado por comentar!

  • Wellington Knabbenn

    Eu tenho desenvolvido sites em WordPress já tem algum tempo. É de longe a melhor plataforma pra se utilizar por N motivos. Além de existir Plugin pra tudo, facilitando a vida dos Devs/Designers. O fato de tu criar um site em WordPress possibilita também que os clientes consigam incluir produtos, notícias, mudar alguns textos e isso ajuda muito! Baita mão na roda!

    • Fala, Wellington!

      Isso aí, o WordPress dá autonomia para o dono do site. E o resultado disso é economia de tempo e dinheiro. É uma mão na roda não ter que gastar com desenvolvedor por qualquer pequena atualização e não ter que esperar ele ter disponibilidade pra executar o job.

      Grande abraço e obrigado por comentar!

  • @henriquepcm:disqus, se não tiver em sua pauta de matérias, sugiro algumas sobre segurança com foco no WordPress, tanto desenvolvedores quanto clientes ainda não levam este fator como primordial em seus projetos web. Opinião de quem passa muitas horas “limpando” sites hackeados e principalmente implementando segurança para tantos outros.

    • Boa, João!

      Pensei sobre o assunto enquanto estava escrevendo este artigo. Certamente vou ter que abordar o tema por aqui mais pra frente. É uma bela sugestão.

      Se você também quiser compartilhar sua experiência aqui no blog, a gente publica contribuições também.

      Abraz!

  • Leandro Antonello

    Henrique, faltou dizer que você pode instalar qualquer plugin ou template à partir da própria interface de administração. Através do painel você consegue pesquisar plugins/templates, ver os detalhes e instalar diretamente do repositório oficial, que já informa sobre a compatibilidade com sua versão do WP.
    Além disso, você pode atualizar qualquer plugin, template e até o próprio WP tudo através do painel.

    • Muito bem lembrado, Leandro!

      Como sou usuário antigo, acabei esquecendo que nas versões recentes já é possível fazer isso.

      Muito obrigado pela ajuda.

      Grande abraço!

  • Amanda Machado

    Henrique estou curtindo demais seus textos, sao tao bem explicadinhos.. Mas, tenho uma duvida.. Por que é preciso instalar? Eu criei um blog, login e senha e consigo postar normalmente.. oO
    Abraço.

    • Oi, Amanda!

      Legal que está curtindo os textos. :)

      Existem dois tipos de WordPress, o ‘.com’ e o ‘.org’. No primeiro você simplesmente se cadastra e começa a usar. No segundo você faz o download de todo o programa e instala no seu servidor de hospedagem. O segundo tipo é o mais indicado pois te dá um mundo de possibilidades de plugins, temas e outras cositas más. :)

      Se tiver mais alguma dúvida, é só perguntar.

      Abração!

  • Grazielle Garcia

    Olá Henrique, tudo bem?

    Eu já tenho um blog no WordPress mas do tipo “.com” e ainda não tenho o domínio. Tenho 16 anos e acho que preciso potencializar mais meu blog antes de qualquer coisa. Mas a questão é: Existe a possibilidade de usar os posts já criados se eu quiser baixar o meu software no modo “.org”?

    Muito obrigada
    Grazielle Garcia

    • Oi, Grazielle!

      Nunca fiz esse procedimento. Mas acredito que é possível, sim. Você só precisa migrar seu banco de dados de uma ferramenta para outra.

      Fiz uma rápida busca aqui no Google e encontrei esse artigo que trata sobre o assunto: https://www.canalwp.com/tutorial-wordpress/como-mover-seu-blog-wordpress-com-para-wordpress-org/
      De repente, é um bom caminho pra começar a se informar sobre o assunto.

      Outra opção é você entrar em contato com um servidor de hospedagem (Recomendo a KingHost: https://kinghost.com.br/?ref=F5C2669622885) e pedir pra que eles façam a migração pra você. Se você contratar a KingHost, acredito que eles façam esse serviço de graça.

      Espero ter ajudado. Depois me conta se deu certo. Boa sorte! :)

    • Eduardo

      @graziellegarcia:disqus , é possível sim migrar seus posts do WordPress.com para o WordPress.org.

      Esse guia vai lhe ajudar com a tarefa: https://migrandoseu.wordpress.com :)

Publicidade
MAIS DE 8.000 PRofissionais independentes Já recebem ANTECIPADAMENTE AS nossas atualizações.
Cadastre-se na nossa newsletter e receba “O Incrível Manual do Freelancer Moderno” direto no seu e-mail, sem pagar nada por isso.
 Sempre enviamos conteúdo relevante, sem spam. E você pode se descadastrar quando quiser.