Como coloquei meu site na primeira página do Google
 Publicado: 13/02/2017 Atualizado: 02/03/2017

Como coloquei meu site na primeira página do Google

Um manual básico de SEO para freelancers gerarem mais negócios através da otimização dos seus sites.
  Por Henrique Pochmann
Rocky Balboa comemorando após subir uma longa escadaria.

Já falamos aqui no Aparelho Elétrico sobre o quanto é importante não ficar apenas esperando trabalho através de indicações vindas do seu networking. Todo mês as contas vão chegar e é fundamental criar novas oportunidades para manter o fluxo de caixa.

Neste post vou mostrar como fiz para o meu site aparecer na primeira página do Google. Espero que essas informações sirvam para você fazer o mesmo com o seu site.

A verdade é que não existe mágica. O segredo é estar atento a algumas recomendações dos especialistas em SEO e, fora isso, suar muito a camiseta para se mostrar relevante para o mercado.

Conquistar uma boa posição no Google é resultado de uma combinação de diversos fatores. Não existe uma receita de bolo garantida pra isso. Cada site está inserido em um contexto diferente, então o que deve ser feito é analisar a situação e tomar as decisões cabíveis.

Te explico melhor isso no decorrer do artigo. Vamos lá!

Tópicos

Por que aparecer na primeira página do Google?

Muitos alunos já sabem a resposta de por quê ficar bem posicionado no Google.
Muitos já sabem essa resposta.

O Google é o maior mecanismo de busca do mundo. Certamente seus potenciais clientes estão buscando lá pelos serviços que você oferece.

Veja abaixo uma estimativa, do Planejador de palavras-chave do Google, para algumas buscas e o respectivo número de vezes que foram realizadas no ano passado.

Palavra-chave / Média mensal de buscas

  • web designer freelancer / 880 vezes
  • redator freelancer / 880 vezes
  • programador freelancer / 590 vezes
  • designer gráfico freelancer / 480 vezes
  • fotografo freelancer / 390 vezes

Supostamente o primeiro colocado nos resultados do Google recebe cerca de 30% dos cliques. Então pensa comigo, se o seu site estivesse na primeira posição do Google para a busca “web designer freelancer”, você receberia cerca de 264 cliques/mês para o seu site. Cerca de 13 cliques/dia útil. Nada mal para quem está começando e precisa gerar mais oportunidades.

Claro, nem todas as pessoas que visitarem o seu site, vão fazer contato. Por isso você precisa ter um site competitivo. Quanto mais preparado e bem-feito for seu site, mais você aumenta suas chances de converter visitantes em clientes.

Como SEO pode te ajudar a se posicionar melhor no Google

SEO nesta direção

SEO é a sigla para Search Engine Optimization. Em tradução livre: otimização para motor de busca.

Trocando em miúdos, SEO é um conjunto de boas práticas que você pode aplicar no seu site para que ele se torne mais amigável ao Google.

O Google é um intermediário. O objetivo dele é entregar os melhores resultados para seus usuários. Pra sugerir o seu site como um bom resultado, ele precisa conseguir ler ele adequadamente. Aqui entram as boas práticas de otimização.

Meus resultados com SEO

Abaixo mostro as palavras-chave com as quais tenho os melhores resultados no momento.

É importante dizer que o cenário é mutante. O Google muda o algoritmo com frequência e os concorrentes também estão todos os dias trabalhando na otimização dos seus sites. Então, talvez no momento que você estiver lendo este artigo, os resultados já não sejam os mesmos. Porém, ainda servem como referência pro contexto do artigo.

Repare que quanto mais específica é a busca, melhor é o resultado.

“freelancer marketing digital porto alegre” – 1º lugar

resultado de buscas no Google por freelancer marketing digital porto alegre

Meu site fica bastante atraente para o Google quando o usuário diz pra ele que precisa encontrar um freelancer (empresa não serve), que trabalhe com marketing digital (outra especialidade de marketing não serve) e que esteja na cidade de Porto Alegre (outra cidade não serve).

No início da minha estratégia, meu interesse era apenas rankear bem para essas palavras chaves. Mas com o tempo meu site foi ganhando posições e vi que era possível conquistar boas colocações também para o próximo termo.

“freelancer marketing digital” – 2º lugar

A briga começa a ficar mais difícil quando a cidade não importa para o usuário. Quando ele busca por “freelancer marketing digital” significa que está disposto a contratar um profissional de qualquer lugar do globo. Assim passo a concorrer com um número muito maior de profissionais.

Essa é a combinação que mais me esforço para rankear. Pois entre as combinações que mostrei, é a que tem a maior incidência de buscas segundo o Google (70/mês).

Curiosamente o resultado que aparece em primeiro é um texto vendendo cursos. Então, caso seja um potencial cliente efetuando a busca, acredito que seria mais tentado a visitar o meu site, mesmo estando em segundo lugar.

“freelancer marketing” – 4º lugar

resultado de buscas no Google por freelancer marketing

Para “freelancer em marketing” apareço em 4º lugar e novamente os resultados que aparecem na minha frente são voltados para quem quer trabalhar com marketing digital e não para quem está buscando contratar um profissional.

Porém, é importante ter em mente que a especialidade do marketing não está especificada. O usuário que usa essa combinação provavelmente está querendo encontrar um profissional que atue em marketing de forma global. O que não é o meu caso, sou focado em marketing digital.

“freelancer”

Imagina você ter o seu site como o primeiro resultado para a palavra-chave “freelancer” – 49.500 buscas por mês. Parece incrível, né?

Mas olhando mais de perto, em termos de negócios, não é tão interessante. Afinal não tá clara a intenção de quem está buscando. Quais seriam as hipóteses neste caso? Entre uma infinidade de outras coisas, o usuário pode estar querendo:

  • Contratar um freelancer;
  • Descobrir o que a palavra significa;
  • Encontrar trabalho como freelancer;
  • Se tornar um freelancer;

Sendo assim não tenho ambição (nem chance) de rankear bem para essa palavra-chave. Melhor focar os esforços em buscas feitas por quem está claramente procurando pelo serviço que ofereço.

O público que SEO vai trazer

O público que SEO vai trazer

Muito se fala em gerar tráfego através de SEO, mas pouco se fala na qualidade desse tráfego.

É importante que você saiba que a partir do momento que seu site ganha mais exposição, todo tipo de público começa a te contatar. Dos clientes mais populares aos mais sofisticados.

Vou tentar deixar mais claro com um exemplo.

Digamos que você tenha uma loja de quadros sofisticados de alto valor. Se você colocar sua loja no centro da cidade, muitas pessoas vão entrar na sua loja, mas nem todo mundo vai comprar. Se você colocar sua loja em um bairro de alta renda, talvez menos pessoas entrem na sua loja, mas é mais provável que venda mais.

Acredito que a cada 10 formulários que recebo, apenas 1 é o perfil de cliente que realmente preciso que me contate. Perco um tempo considerável agradecendo o contato e tentando encaminhar o projeto para algum colega.

Enfim, é bom que você esteja ciente disso. Será que SEO vai trazer os clientes que você está esperando? Recomendo SEO principalmente para quem está em começo de jornada. Se o seu negócio já está em um ritmo bom, talvez seja melhor adotar outra estratégia.

O impacto do SEO no seu branding

SEO pode impactar no seu branding

Branding é o juízo que as pessoas fazem de você. Sua estratégia de SEO pode impactar nessa percepção.

Outro dia ouvi a história de um designer que estava trabalhando para rankear bem no Google com “logomarca”. Quem é do meio sabe que rola muita piada em torno desse termo. Porque analisando pela origem da palavra soa redundante.

Acontece que muita gente não sabe disso e utiliza o termo nas suas buscas. Aparentemente 49.500 pessoas buscam por “logomarca” todos os meses no Google.

Sabendo desse número, o designer viu aí uma oportunidade de movimentar os negócios. Mas o que será que seus colegas de profissão pensariam se vissem escrito “logomarca” no site dele?

Não estou julgando, ok? Tudo é estratégia… depende do publico que você quer atingir.

Provavelmente esse designer vai aumentar consideravelmente suas chances de vender seus serviços de criação de marca para clientes finais. Porém, acho difícil que ele consiga vender seu serviços como terceirizado para escritórios de design ou empresas que tenham um profissional de marketing com formação em design. Pois é grande o risco de que ele não seja bem percebido.

De novo: depende da sua estratégia. Esteja ciente do público que você quer atingir e de como quer que esse público te perceba.

O que levou o meu site à primeira página

O que levou meu site à primeira página

Agora sim, vamos ao que interessa.

Como disse antes, SEO é o resultado de diversos fatores. Cada site está inserido em um contexto diferente, então é difícil afirmar com 100% de certeza o fator que mais influenciou no resultado da estratégia.

Abaixo estão as coisas que fiz e que você pode aplicar no seu site também.

Importante

Sou um freelancer especialista. Então fiz esses ajustes para rankear a página home do meu site mesmo. Se você for um generalista e queira rankear várias palavras-chaves, sugiro que você faça isso em páginas internas, uma página interna para cada conjunto de termos (para cada serviço que você oferece). Acredito que assim você terá melhores resultados.

Template WordPress amigável a SEO

Usar WordPress e ter um template amigável a SEO facilita muito a vida. Assim você não precisa meter a mão em nenhum código, é possível alterar tudo (ou quase tudo) pela interface do WordPress. Uso e recomendo o Freelancer Full Folio.

Palavra-chave principal na tag h1

Como está apresentado o h1 na interface do meu site

Na imagem acima você pode ver como a tag h1 é apresentada na interface do meu site.

Se você não tem familiaridade com HTML, h1 é a tag responsável pelo cabeçalho principal de uma página. Quando você vê um post em blog, por exemplo, geralmente o título está dentro da tag h1. E os demais títulos internos do post são comumentes distribuídos em h2, h3, h4 .

Enquanto as outras tags ‘h’ podem se repetir, a tag h1 deve ser única em cada página e ela tem um peso enorme em informar ao Google sobre o assunto que está sendo tratado.

Sou um profissional especializado em marketing digital. Então, na home do meu site, na tag h1, coloquei “Freelancer em Marketing Digital”.

Muitos sites usam o h1 no logo. O que é um equívoco. Pois cada página interna de um site deve tratar de um assunto diferente.

Se você usa o Freelancer Full Folio. Entre em: Páginas > Página Principal e edite a área como indica a imagem abaixo.

Onde alterar o h1 do seu site com o template Freelancer Full Folio

Palavras-chave no menu principal

Item Freelancer no menu do meu site

Coloquei no menu principal do meu site um link para uma página interna chamada “Freelancer”. Ela leva para uma página cujo o endereço é ‘http://henriquepcm.com/freelancer/’. Ter a palavra-chave no endereço é muito importante.

Nesta página coloquei um texto sobre o significado do termo ‘freelancer’ e outras informações que um potencial cliente precisa saber na hora de trabalhar com um profissional independente.

Poderia ter criado um menu “Freelancer em Marketing Digital”, talvez tivesse um impacto maior no SEO. Porém, acho que seria um pouco forçar a barra demais. Já que todo o meu site é sobre isso e meu objetivo é rankear a págia home, não uma página interna.

Poderia ainda, sem forçar tanto a barra, colocar uma página interna para “Marketing Digital”, isso reforçaria ao Google a mensagem de que meu site é sobre “Freelancer” e “Marketing Digital”. E ao mesmo tempo não parece tão exagerado, entrega informações relevantes para o usuário que visita o site.

Conteúdo de qualidade feito para pessoas. Nada de conteúdo pensado para robôs

Cabe aqui um lembrete bem importante quando se trata de SEO: faça conteúdo para pessoas, não para os robôs do Google.

Além de ler seu site, o Google consegue rastrear o comportamento do usuário ao navegar por ele. O Google sabe se seu site agrada ou não.

Evite exagerar na repetição de palavras-chave e abra o olho com técnicas milagrosas de SEO, seu site pode sofrer alguma penalidade, cair muito no ranking e até ser excluído dos resultados.

Se pergunte sempre: isso é bom para os visitantes ou para os robôs? A resposta deve ser “para os visitantes”. Sempre.

Escrevi todo o conteúdo do meu site pensando em quebrar todas as objeções do meu cliente a respeito de me contratar. O que o seu prospect precisa saber para te contratar? Responda essa pergunta com o seu conteúdo.

Outra dica valiosa é não ficar apenas no texto. Insira vídeos, fotos e imagens que deem suporte ao que está sendo dito. Conteúdo rico é mais fácil e prazeroso de ser consumido e assimilado, os visitantes gostam disso e consequentemente o Google também.

Não posso afirmar que isso influencia no meu rankeamento, mas no background da home do meu site tenho, embedado do Youtube, um vídeo meu com o título “Como virei freelancer e o Freelancer Doc Box”.

Em todo o caso, se você quiser testar e me contar depois, seria legal. No Freelancer Full Folio para embedar vídeo no seu background faça o seguinte caminho: Páginas > Página Principal > Home > ID do Vídeo de Background. Veja imagem abaixo.

Editando o vídeo de background do Freelancer Full Folio

Idade do domínio

Os robôs do Google dão preferência pra domínios mais antigos

Domínios mais velhos têm mais chances de rankear melhor.

Matt Cutts, engenheiro do Google, já afirmou que a idade do domínio importa sim, mas não tanto quanto as pessoas imaginam.

Não adianta você querer comprar um domínio antigo e achar que seu site vai milagrosamente rankear melhor para qualquer palavra-chave. Como já falei antes, cada site está inserido em um contexto diferente.

O ideal é preparar um ótimo conteúdo e colocar o seu site no ar o quanto antes. Assim você já começa a se relacionar com a rede e a receber links de outros sites. Isso sim é extremamente relevante.

Pra constar, coloquei meu site no ar em 2014.

Links em outros sites

Seu site deve receber links de outros sites

Este fator, ao lado de conteúo de qualidade, talvez tenha a maior importância dentro de uma estratégia de SEO. Para rankear bem no Google, é muito importante que você tenha sites com boa reputação linkando para o seu site.

Muitos links para o meu domínio vieram quando lancei o Aparelho Elétrico e o eBook/PDF ‘O Incrível Manual do Freelancer Moderno’.

Como eu fiz isso?

Enviei e-mails para diversos sites e blogs especializados sugerindo o eBook como pauta. Muitos nunca me retornaram. Felizmente alguns compraram a ideia, fizeram publicações, citaram o Aparelho Elétrico e o meu site profissional.

Também em razão do meu trabalho com o Aparelho Elétrico, acabam surgindo convites de outros sites para participar de entrevistas. Vez ou outra, além do Aparelho Elétrico, meu site também aparece linkado.

E sempre que possível escrevo voluntariamente para outros blogs. É um modo de ajudar a comunidade de freelancers e também de divulgar meu trabalho. Nestes artigos, quando permitido, deixo o link pro meu blog e pro meu site profissional.

Sem contar que muitas pessoas escrevem espontaneamente em seus blogs sobre o Aparelho Elétrico, simplesmente porque gostam do conteúdo (muito obrigado!). Nestes posts, às vezes, meu site também aparece (Uhul!).

Vale a pena lembrar que meu site aparece em várias páginas do Aparelho Elétrico também. E ainda nos sites freelancerfullfolio.com e freelancerdocbox.com. Supostamente sites que contenham a palavra-chave no domínio contam mais pontos.

Mas atenção! Não basta qualquer site linkar para você. Devem ser sites que tenham a ver com o seu negócio. Não tem sentido uma página de “como fazer feijão” indicar o site de um designer, por exemplo. Seu site precisa ser indicado por outros sites de qualidade e dentro do mesmo contexto.

Quer conquistar bons links para o seu site? Colabore com o Aparelho Elétrico. :)

Links internos

Além de se preocupar com recomendações de outros sites. Dedique um tempo para rever a linkagem interna do seu site. É recomendável que a navegação seja fácil e fluída, todas as páginas precisam estar linkadas entre si. Melhor ainda se não for apenas só pelo menu principal.  Recomende páginas relacionadas ao assunto no corpo do texto.

Não é importante apenas para o visitante do site, também permite que os robôs do Google consigam escanear o seu site corretamente.

Robots.txt e Sitemap.xml

São dois arquivos que devem estar na raiz do seu site no FTP. Eles passam informações importantes para o Google.

As informações no robots.txt informam aos robôs do Google por quais diretórios do seu site eles devem navegar e quais eles devem ignorar.

Já o sitemap.xml informa aos robôs todas as páginas existentes no seu site e em quais páginas eles devem passar com mais frequência para encontrar atualizações.

Não vou entrar no mértio aqui de como escrever cada um dos arquivos, acho que seria se aprofundar demais.

Essa parte pode parecer complexa pra quem não tem noções básicas de desenvolvimento web. Mas não precisa esquentar a cabeça, existe um plugin que faz todo esse trabalho pra você e muito mais. Tô falando do Yoast, o melhor plugin WordPress pra SEO.

Mais um motivo pra você usar o WordPress no seu site.

Design responsivo

Design responsivo já não é mais um diferencial, é uma realidade há um bom tempo. Cada vez mais os usuários usam os celulares e tablets para consumir conteúdo.

A falta de um layout responsivo pode significar uma considerável perda de posições. Pois pode ser grande a taxa de rejeição dos usuários. Eles acessam seu site, percebem que o layout não se adapta, a fonte está pequena, é chato ficar dando zoom no conteúdo, desistem e vão procurar outro resultado.

Então: design responsivo. Sempre.

Certificado de segurança SSL

Essa é uma dica que ainda não testei, pois acredito que implica em ter que fazer vários redirecionamentos. Mas está na minha pauta para estudar o assunto e executar em breve.

Um certificado SSL garante mais segurança na conexão. E o Google passou a valorizar isso. O que é ótimo, né? Todos queremos uma web mais segura.

Pra colocar pressão para que os sites se agilizem na mudança, supostamente em breve o Google Chrome vai mostrar um “X” vermelho na barra de navegação de quem não tiver um certificado de segurança. Ou seja, vai passar a impressão de que o site está quebrado. Nenhum dono de site quer isso.

Queria apenas mencionar isso pra você estar a par. Como ainda não implementei, não posso falar muito. Mas se você ainda vai lançar seu site, vale a pena buscar informações sobre isso pra começar já do jeito certo.

A KingHost oferece certificado SSL grátis em alguns planos. Vale a pena conferir.

Texto humanizado no resultado do Google

Veja a imagem abaixo.

Texto humanizado na descrição do Google

Humanizei a descrição do meu site que aparece no Google. Enquanto outros sites estão mostrando fragmentos dos seus textos. O meu está conciso e eficiente. Fala diretamente com o usuário que fez a busca. O usuário sabe que tem alguém ali naquele site que já está esperando ele entrar em contato.

Boas práticas no uso de imagens

Nomeie seus arquivos de imagens de forma amigável. Não utilize códigos ou abreviações que só você entende. Os robôs precisam saber do que se trata cada imagem do seu site. Facilite a vida deles.

Veja abaixo como nomeei algumas imagens no meu site:

  • Minha marca: marca-henrique-pochmann-freelancer-em-marketing-digital.png
  • Foto do meu rosto: henrique-pochmann-freelancer-em-marketing-digital.png
  • Minha foto de backround: henrique-pochmann-freelancer-marketing-digital-em-porto-alegre.jpg

Preencha também corretamente as tags ‘alt’. Elas podem passar informações complementares sobre cada imagem. Abaixo uma imagem do WordPress do meu site mostrando como trabalho os campos relacionados a imagens no meu site. No campo ‘alt’ você pode detalhar mais, se quiser.

Utilize nomes amigáveis nas imagens e nas descrições delas

Concluindo

Acredito que sejam esses os principais fatores que ajudaram o meu site a ir para a primeira página do Google. Espero que você tenha aprendido algo que te ajude a alavancar o ranking do seu site e, claro, a fechar melhores negócios.

Já passou o tempo em que era fácil rankear para qualquer palavra chave. À medida que o conhecimento sobre SEO se espalhou, a concorrência cresceu. É preciso se esforçar para conquistar seu espaço. Mas ainda é possível sim alcançar boas colocações. Minha sugestão é que você comece o quanto antes para colher os frutos lá na frente.

Lembrando que o Freelancer Full Folio é um tema preparado pra SEO. Uso, recomendo e tenho total certeza que você não vai se arrepender.

Qual a sua opinião?

Quero muito saber o que você pensa sobre SEO. Já tentou trabalhar ele no seu site, tem algo a compartilhar? Deixe a sua participação nos comentários e vamos desenvolver mais o assunto.

Posso te pedir um favor?

Por favor, se você acha que esse conteúdo é útil, curta e compartilhe o post nas suas redes sociais. Isso ajuda o Aparelho Elétrico a continuar sempre publicando conteúdo relevante para todo mundo que trabalha de forma independente.

Obrigado!

Grande abraço e até o próximo post.

Hey, GOSTOU DESTE POST?
Assine GRÁTIS nossa newsletter e receba nossas atualizações antes de todo mundo.

Você ainda leva uma cópia do “O Incrível Manual do Freelancer Moderno” direto no seu e-mail e sem pagar um tostão por isso.
 Enviamos conteúdo relevante, sem spam. E você pode se descadastrar quando quiser.
Publicado por:
Henrique Pochmann
Criou o Aparelho Elétrico em 2014. Produz e apresenta o podcast do blog. Trabalha com marketing digital desde 2002. Quer mais tempo para colocar outros projetos em prática, quer uma bicicleta e quer uma bio mais legal também.

Recomendados para você
 podcast
Será que é preciso dar aquela ultra valorizada no passe pra conquistar a atenção dos seus parceiros de business?
  Por Henrique Pochmann
 marketing
Economize tempo, dinheiro e usufrua de uma infinidade de recursos para explorar o potencial do seu site.
  Por Henrique Pochmann
 marketing
Um guia super explicado para fazer o seu site começar a render bons negócios e parar de render dores de cabeça.
  Por Henrique Pochmann
 Gestão
Veja como derrubar os dois maiores vilões que afastam você da vida dos seus sonhos.
  Por Henrique Pochmann
Participe da Conversa
  • Valeu pelas dicas!!
    Também estou em 1º lugar no Google com o termo “motion designer freelancer”. :)
    Abrax

    • Bacana, cara.
      Fico feliz que tenha curtido.

      Legal que você está rankeando bem. Tem conseguido clientes bons vindos do Google?

      Abraço!

      • Sim, mas recebo mais através de um outro site rankeado que eu tenho (animavideo.net) que é como se fosse minha agência virtual. Recebo vários pedidos de orçamento diariamente.

        • Legal, cara.
          Belo relato. Obrigado por participar!

          Grande abraço!

  • Leandro Antonello

    Henrique, esse seu post está excelente! O “qualidômetro” tá batento lá em cima!!! (rs)

    Valeu por compartilhar conteúdos tão bons!

    • haha, bacana, Leandro.

      Fico feliz em saber que o conteúdo agradou. :)

      Grande abraço!

  • Leandro Da Silva Lima

    Parabens pelo texto! abraços

  • Para “freelancer marketing digital” estou bem ali atrás de você. Foge!! 😂
    Este artigo é um dos melhores do tema que já li. EXCELENTE post! Parabéns 🙌

    • Agora você descobriu toda a minha tática, Krystel. Vai me passar. hahaha… Sempre te vejo ali pelos resultados. Fico feliz em saber que gostou do artigo. :)

Publicidade
MAIS DE 8.000 PRofissionais independentes Já recebem ANTECIPADAMENTE AS nossas atualizações.
Cadastre-se na nossa newsletter e receba “O Incrível Manual do Freelancer Moderno” direto no seu e-mail, sem pagar nada por isso.
 Sempre enviamos conteúdo relevante, sem spam. E você pode se descadastrar quando quiser.