Fluxo de caixa simples para profissionais descomplicados
 Publicado: 04/06/2015 Atualizado: 20/07/2017

Fluxo de caixa simples para profissionais descomplicados

Agora não tem mais desculpa! Organize suas contas a pagar e a receber e tire sua conta do vermelho de uma vez por todas.
  Por Henrique Pochmann
Peggy felizona contando o faz-me rir

Se você é uma pessoa que gosta de ir direto ao ponto, sem enrolações, vai curtir o modelo de fluxo de caixa que eu utilizo.

Pode esquecer aquelas planilhas assustadoras, cheias de campos pra preencher, gráficos, porcentagens, cálculo disso, cálculo daquilo.

Este modelo funciona muito bem pra quem tem a pauta cheia e a vida corrida.

Chega ae que eu te explico.

 

O que é fluxo de caixa?

fluxo-de-caixa-o-que-e

Não adianta eu sair te falando de como faço para gerenciar as entradas e saídas de dinheiro se você não está familiarizado com o termo.

Basicamente, fluxo de caixa é um controle financeiro que você usa para registrar todo o dinheiro que entra e sai da sua conta.

Pra você ter uma real noção da sua saúde financeira, é preciso registrar tudo o que entra e sai da sua conta. Centavo por centavo.

 

Ah… é uma planilha de gastos?

Mais ou menos. Tem gente que chama assim.

Mas você não registra só os gastos. No fluxo de caixa você registra também os recebimentos de dinheiro. E ainda consegue fazer previsões das transações financeiras para os próximos meses.

Então, até onde eu sei, uma planilha de fluxo de caixa é mais completa que uma simples planilha de gastos.

 

Freelancers também precisam
controlar o fluxo de caixa

fluxo-de-caixa-freelancers-tambem-precisam-fazer

Algumas pessoas pensam que na vida de freelancer não é necessário esse tipo de burocracia, porque as coisas tem um certo ar de informalidade.

Mas quem é freelancer tem um negócio nas mãos. E se você quer que o seu business progrida, você precisa se preocupar com esse lado burocrático.

Para que você tenha longevidade na sua carreira independente é muito importante que você faça seu fluxo de caixa.

 

Benefícios de ter um bom planejamento financeiro

fluxo-de-caixa-beneficios

– Saber exatamente se você está tendo lucro ou prejuízo;

– Ter uma projeção de quanto dinheiro vai entrar/sair durante os próximos meses e tomar decisões financeiras baseando-se nisso;

– Ter uma melhor organização das datas de pagamentos das contas. Metade no início e metade no final do mês;

– Ter um registro da data certa em que seus clientes devem te pagar;

– Ter um registro da data certa em que você deve pagar seus fornecedores;

– Poder fazer um comparativo com meses/semestres/anos anteriores e entender o comportamento financeiro do seu negócio;

 

Softwares ou planilhas?

fluxo-de-caixa-softwares-ou-planilhas

Existem várias ferramentas para te ajudar, há softwares e aplicativos especializados nisso.

Eu já utilizei softwares, mas sempre sentia que faltava alguma coisa.

Normalmente estas soluções são desenvolvidas pra atender um grande número de perfis de profissionais. E você acaba tendo que lidar com funcionalidades que não são pro seu perfil ou acaba sentindo falta de algo que é importante pra você.

Então acabei migrando pra uma planilha de fluxo de caixa no excel que eu mesmo desenvolvi e que atende minhas necessidades de freelancer.

Criei ela de um jeito livre de complicações, sem aquela quantidade assustadora de campos a preencher que geralmente vemos por aí em outras soluções.

Eu precisava de uma planilha simples, que me desse as informações necessárias sem ocupar horas do meu dia. Quem tem pauta a cumprir não tem tempo a perder. ;)

Hoje eu gasto de 15 a 30 minutos por semana alimentando ela e analisando os dados. Eu realmente acho ela muito prática.

 

Meu modelo de planilha de fluxo de caixa no Excel

fluxo-de-caixa-meu-modelo

Essa é a minha planilha de fluxo de caixa. Disponibilizei ela no Freelancer Doc Box.
Você pode adquirir ou desenvolver a sua.

Abaixo eu falo sobre cada um dos campos dela. Os valores utilizados são ilustrativos.

 

Entradas de dinheiro

fluxo-de-caixa-entradas-de-dinheiro

Do lado esquerdo, nas entradas de dinheiro, eu utilizo as seguintes colunas: Dia, Entrada, Valor e Entrou.

Coluna Dia – nela eu registro o dia em que deve haver a entrada de dinheiro.

Coluna Entrada – aqui eu registro o nome da entrada (pode ser o nome do cliente ou do projeto).

Coluna Valor – essa coluna é responsável pela previsão das entradas. Registro nela  quantidade de dinheiro (R$) que deve entrar.

Coluna Entrou – e quando o valor entra na conta, eu repito aqui o valor da coluna “Valor”. Assim eu sei que a previsão se concretizou.

 

Saídas de dinheiro

fluxo-de-caixa-saidas-de-dinheiro

Do lado direito estão as saídas de dinheiro. A estrutura é a mesma das entradas. As colunas desta vez são: Dia, Saída, Valor e Saiu.

Coluna Dia – nela eu registro o dia em que deve haver a saída de dinheiro.

Coluna Saída – aqui eu registro o nome da saída (luz, internet, telefone, etc…).

Coluna Valor – essa coluna é responsável pela previsão das saídas. Aqui vai o valor da despesa. 

Coluna Saiu – quando a despesa é paga, repito aqui o valor da coluna “Valor” para registrar que o débito foi sanado.

 

Saldo Inicial

fluxo-de-caixa-saldo-inicial

O campo “Saldo Inicial” indica o valor da minha conta no início do respectivo mês. E é igual ao valor do “Saldo Final” do mês anterior.

Por exemplo: o “Saldo Inicial” do mês de junho será igual ao “Saldo Final” do mês de maio.

 

Previsão Total de Entradas

fluxo-de-caixa-previsao-total-de-entradas

Este campo indica quanto dinheiro eu devo ganhar ao longo do mês. É a soma de todos os lançamentos que eu fiz na coluna “Valor” do lado das Entradas.

Eu preciso ficar de olho neste valor pra ver como anda o meu desempenho. Se estiver abaixo do valor das saídas, é hora de se puxar e fechar mais trabalhos. Neste caso, recomendo a leitura do post Como Fazer a Prospecção de Clientes – em detalhes.

 

Previsão Total de Saídas

fluxo-de-caixa-previsao-total-de-saidas

Este campo indica quanto dinheiro vou gastar ao longo do mês. É a soma de todos os lançamentos que fiz na coluna “Valor” do lado das Saídas.

É importante que este valor fique sempre abaixo do valor da “Previsão Total de Entradas”. Isso indica que meus negócios estão indo bem.

 

Entrou no Total

 fluxo-de-caixa-entrou-no-total

Aqui eu tenho a soma dos valores que registrei na coluna “Entrou”. E posso comparar com o campo “Previsão Total de Entradas” para saber se o desempenho real está de acordo com o previsto.

 

Saiu no Total

fluxo-de-caixa-saiu-no-total

Aqui eu tenho a soma dos valores que registrei na coluna “Saiu”. E posso comparar com o campo “Previsão Total de Saídas” para saber se o desempenho real está de acordo com o previsto.

 

Resultado do Mês

fluxo-de-caixa-resultado-do-mes

Indica como está sendo o meu desempenho no mês corrente, diz se estou tendo lucro ou prejuízo no mês. É o resultado da subtração do campo “Saiu no Total” do campo “Entrou no Total”.

Ele é independente do campo “Saldo Final”. Pode ficar negativo, mesmo que o “Saldo Final” ainda seja positivo e vice-versa.

 

Saldo Final

fluxo-de-caixa-saldo-final

É o campo que indica como está a minha saúde financeira.

Este valor deve ser igual ao saldo da minha conta bancária. Caso contrário, a sincronia não está correta e devo ajustar o que está errado.

 

Mês a mês

fluxo-de-caixa-mes-a-mes

Todos os meses existem os lançamentos fixos e novas despesas do cotidiano.

Já lanço diretamente despesas fixas como condomínio, luz, celular e internet. Como eu pago elas todo mês, já ficam lá permanentemente registradas.

Minha planilha já está preparada para todos os meses do ano. De janeiro a dezembro. Assim que o ano virar, vou salvar um novo arquivo e manter este para histórico e comparação.

 

Como fazer o controle de fluxo de caixa?

fluxo-de-caixa-como-fazer

Controlar as contas pode parecer bastante chato no início. Principalmente se você tem um perfil mais criativo e menos burocrático.

Te confesso que antes eu achava que isso não era pra mim. Pensava que o lance era fazer bastante dinheiro pra não precisar se preocupar.

Mas eu tava errado.

A gente só faz bastante dinheiro, se a gente cuida do que tem. Cuidar é poupar grana e investir com sabedoria.

Para te ajudar a poupar, tem aqui no blog um infográfico chamado Guia de sobrevivência do freelancer em momentos de crise com dicas para economizar dinheiro.

Depois que você cria o hábito de acompanhar a parte financeira, isso passa a ser algo natural.

Fazer o fluxo de caixa não tem mistério, é só anotar todos os seus ganhos e gastos.

“Ah, Henrique… eu vou ter que anotar TUDO o que eu gasto?”

É isso mesmo. TUDO!

Mas isso não é difícil.

Quando você fizer alguma compra em um estabelecimento comercial (loja, supermercado, cinema, etc…), pegue a nota e lance no software/planilha. É simples. Depois que você cria o hábito, fica ainda mais fácil.

O ideal é olhar todos os dias como anda sua conta bancária e seu fluxo de caixa. Assim, caso tenha algo que não está batendo, é mais fácil de localizar e corrigir o erro.

Ou você pode escolher um dia da semana/mês e fazer tudo de uma vez. Você que escolhe. Crie a sua rotina.

 

Boas práticas para fluxo de caixa

fluxo-de-caixa-boas-praticas

Distribua as datas das despesas fixas
entre o começo e meio do mês.

Assim você não corre o risco de ficar sem grana. Não corre o risco de extrapolar o limite do banco em movimentações financeiras para a mesma data. E ainda ganha tempo para que mais dinheiro entre antes da próxima bateria de contas a pagar.

Acompanhe as contas de perto

Não fique muito tempo sem dar atenção ao seu fluxo de caixa. Você precisa estar atento a sua saúde financeira. E só olhando para os números você vai conseguir tomar decisões sensatas a respeito do seu negócio.

Faça uma análise mês a mês

Dedique um tempo para analisar o seu desempenho mês a mês. Descubra porquê em um mês entrou mais dinheiro, porquê em outro faltou? Será que você está atendendo clientes do mesmo segmento e eles param de investir no mesmo mês do ano?

Você pode descobrir muita coisa analisando suas contas a pagar/receber.

Enxugue os custos fixos

Analise seus custos fixos e veja se é possível economizar em algo. Troque os telefonemas por conversas via Skype. Procure um melhor preço para a internet, etc…

Use cartão de crédito

Ok, isso é um pouco polêmico. Os especialistas dizem que não devemos comprometer uma renda que não temos ainda.

Mas pra quem está empreendendo é importante usar o crédito pra manter a máquina girando.

Eu uso muito cartão de crédito.

Acho que ele tem vários benefícios: mantenho dinheiro vivo na conta para outras situações, ganho milhas e concentro várias das minhas despesas em uma única fatura. Isso deixa meu fluxo de caixa mais enxuto.

Mas é importante fugir dos juros. O lance é sempre pagar a fatura na íntegra e na data de vencimento.

 

Finalizando o post…

E então, o que achou do meu modelo de fluxo de caixa? Como você cuida do seu? Conta aqui nos comentários, vamos gera mais conteúdo relevante para quem trabalha como freelancer.

E pra você ficar totalmente por dentro de como é trabalhar como freelancer, recomendo que você leia o post: O guia definitivo para começar a trabalhar como freelancer

Se você acha que esse conteúdo é útil, compartilhe nas suas redes sociais. Isso ajuda o Aparelho Elétrico a continuar publicando conteúdo interessante e gratuito.

Cadastre-se na nossa newsletter e seja o primeiro a saber da publicação de novos posts como esse. Basta colocar seu e-mail no box abaixo.

Abraço e até o próximo post!

 

freelancer-doc-box-300x250-homem

Curta o Aparelho Elétrico no Facebook
Hey, GOSTOU DESTE POST?
Assine GRÁTIS nossa newsletter e receba nossas atualizações antes de todo mundo.

Você ainda leva uma cópia do “O Incrível Manual do Freelancer Moderno” direto no seu e-mail e sem pagar um tostão por isso.
 Enviamos conteúdo relevante, sem spam. E você pode se descadastrar quando quiser.
Publicado por:
Henrique Pochmann
Criou o Aparelho Elétrico em 2014. Produz e apresenta o podcast do blog. Trabalha com marketing digital desde 2002. Quer mais tempo para colocar outros projetos em prática, quer uma bicicleta e quer uma bio mais legal também.

Recomendados para você
 marketing
Trabalhando seu branding da forma correta, você atrai os clientes e parceiros adequados e ainda valoriza os seus serviços.
  Por Henrique Pochmann
 geral
Spoiler: a maioria não se considera bem-sucedida e não está se preparando para a aposentadoria. Vem ver esses e outros resultados!
  Por Henrique Pochmann
 Gestão
Veja como definir preços, como redigir propostas, como se relacionar com clientes e várias outras dicas.
  Por Henrique Pochmann
 Gestão
Agora não tem mais desculpa! Organize suas contas a pagar e a receber e tire sua conta do vermelho de uma vez por todas.
  Por Henrique Pochmann
Participe da Conversa
  • Muito bom. Tenho utilizado suas planinhas, principalmente esta de Fluxo de caixa, e tem me ajudado bastante. Como desenvolvedor, sempre procurei utilizar aplicativos, apps web, etc.. mas as planilhas descomplicaram.

    • Oi, Vanderlei!
      Sim, existem várias soluções prontas por aí, mas eu nunca tinha encontrado uma que me atendesse do jeito que precisava.
      Fico feliz em saber que as minhas planilhas estão te ajudando. :)

      Grande abraço!

  • Como sempre, ótimo post!
    Suas publicações tem me ajudado muito na empreitada como freelancer :)
    Abraço!

    • Que coisa boa, Fernanda! :)
      Isso só me motiva a continuar publicando mais.

      Abraço grande e sucesso aí na empreitada!

  • Fala Henrique, tudo certo?
    Post sensacional, mas fiquei com uma dúvida. Na aba “Entradas” devo colocar até mesmo jobs que estão em negociação? Ou somente os que já estão fechados?
    De todo modo, tá bem enxuta e prática essa sua planilha. Vou utilizá-la com certeza.

    • Fala, Pedro! Legal que gostou do post. Na aba “Entradas” eu coloco tudo que existe a possibilidade de entrar. Se estou aguardando a aprovação de um orçamento, já coloco ali. Mas ainda só na coluna “Entrada”.

      Depois que o cliente pagou pelo serviço, aí sim eu repito o valor, mas desta vez, na coluna “Entrou”. Assim eu consigo ter uma previsão dos valores que podem entrar e dos que já entraram.

      Valeu, Pedro! Abraço.

  • olá, henrique! post muito bem explicadinho, como sempre ;)

    só me resta uma dúvida/curiosidade (talvez a pergunta até gere conteúdo para um próximo post): como você faz com a divisão das contas bancárias, pessoal x profissional? você tem duas contas no banco? uma só? como controla o que é ganho/gasto pessoal e profissional?

    abraços e obrigada pela ajuda!

    • Oi, Isabela! Legal te ver participando por aqui também.

      Eu estou justamente passando por essa fase agora. Sempre tive apenas uma conta, o que não é recomendado pelos “especialistas”. Eu nunca vi vantagem em pagar duas taxas de banco e lidar com o dobro de números (número de agência, número de conta, senhas, enfim….). Não acho isso prático.

      Mas tive que fazer porque passei a conta do meu PayPal para pessoa jurídica. Para receber por lá nesse perfil de conta, precisa ter uma conta bancária PJ também. Então tive que fazer.

      Como todas as minhas despesas estão atreladas a minha conta pessoal, estou usando apenas um planilha de fluxo de caixa. Lanço nessa planilha todo o dinheiro que vem da minha conta PJ. No momento estou fazendo assim… mas mais pra frente, quando começar a transferir minhas despesas da empresa para a conta PJ, imagino que vou ter que ter duas planilhas separadas, uma para pessoa física e outra para pessoa jurídica. Assim acho que vai ficar tudo mais organizado.

      Será que respondi tua pergunta? Se não, me fala que eu tento explicar melhor. :)

      Abração!

      • Leandro Antonello

        Fala Henrique, tudo bem?

        Desculpe eu me intrometer nesse papo, mas eu já li bastante e conversei com pessoas sobre essa questão de conta PF e PJ, então acho que posso ajudar.

        O que me disseram que seria “correto” é você receber sempre pela conta PJ, principalmente se você emite Nota Fiscal. Isso é importante na hora das declarações de imposto da empresa.

        Daí você transfere o dinheiro para sua conta pessoal, como se sua empresa estivesse pagando o funcionário. É o que se chama por aí de pró-labore e também tem importância nas declarações da empresa e pessoal.

        Então você utiliza sua planilha normalmente, sincronizada com a conta pessoal.

        Mas se você pretende guardar parte dos recebimentos em nome da empresa ou se precisa comprar materiais e fazer pagamentos pela empresa, aí é melhor realmente ter 2 planilhas separadas, pra deixar tudo bem organizado.

        Espero ter ajudado ;)

    • AHha eu pensei na mesma coisa, ainda bem que outra Isa perguntou antes e já tem a resposta aqui prontinha :D

  • EXCELENTE POST!! Moço, eu revirei a internet procurando algo assim, o pior é quando a gente procura algo que não sabe ao certo o nome disso. Eu queria ter algo para controlar o pagamento de jobs, saber o que está em aberto, o que o cliente esqueceu de pagar. Sua planilha ainda não é exatamente o que eu preciso, porém foi um “Norte” e tanto, a partir disso posso criar uma planilha só com os jobs em aberto (pagamento) como complemento ao fluxo de caixa. Sua planilha é demais! Obrigada por compartilhar conosco :D

    • o/

      haha, verdade… volta e meia me pego nessa situação de não saber como procurar o que preciso. Legal que encontrou por aqui o que estava buscando, Isabella!

      Abração!

  • Patrick Proença

    Já conhece o FLUCA?
    É um gerenciador financeiro online, muito bom pra organizar as contas e controlar os gastos.
    Vale a pena conhecer, é gratuito!
    https://www.fluca.com.br

    • Fala, Patrick!

      Ainda não conheço. Obrigado por comentar.

      Abraço!

  • Eduardo Monteiro

    E aí, cara muito bom o teu pacote do Freelancer Doc Box! Comprei e não me arrependo, já arrumei minha planilha de fluxo de caixa e isso me fez enxergar o cenário do meu ano por completo e saber aonde tenho que economizar e até os trabalhos que tenho que correr atrás. Obrigado por criar essa ferramenta com um preço bem acessível.

    Parabéns pelo trabalho com o aparelho elétrico!

    • Que bom que curtiu, Eduardo!
      É muito bom receber esse tipo de feedback.
      Fico feliz que os documentos esteja sendo úteis.

      Grande abraço e muito obrigado por comentar.

  • Robson Almeida

    Já usei vários modelos de planilhas e achei a sua genial, Henrique. Parabéns! Hoje estou testando a versão gratuita de um app chamado Controlle, na esperança que ter a facilidade de atualizar pelo celular me ajude a ter mais disciplina no controle de gastos. Vamos ver se dá certo. Acho que esse tema é igual aquelas listas de tarefas e aplicativos de produtividade: ajudar, eles ajudam, mas o que vale mesmo é a disciplina de quem executa, mesmo que seja anotação a lápis num caderninho. Tema quente para o podcast, que tal?

    • Legal que curtiu, Robson! Acho que cada pessoa tem o seu estilo, o importante é encontrar aquilo que funciona pra você. Eu já tentei diversos apps, mas sempre acabo achando eles complexos, o que é natural, eles atendem diversos perfis de público.

      E você disse muito bem, o que vale mesmo é a disciplina de cada um. ;)

      Sugestão de podcast devidamente anotada, meu caro. Abraço!

Publicidade
MAIS DE 9.000 PRofissionais independentes Já recebem ANTECIPADAMENTE AS nossas atualizações.
Cadastre-se na nossa newsletter e receba “O Incrível Manual do Freelancer Moderno” direto no seu e-mail, sem pagar nada por isso.
 Sempre enviamos conteúdo relevante, sem spam. E você pode se descadastrar quando quiser.