4 Problemas da Vida Pessoal do Freelancer (com soluções)
 Publicado: 17/11/2015 Atualizado: 25/05/2017

4 Problemas da Vida Pessoal do Freelancer (com soluções)

Não é porque você trabalha em home office que você é o responsável master pela casa. Veja como agir em algumas situações da vida freelancer.
  Por João Marcos Rosa
Forever alone. Cadê vontade de trabalhar?

O dia é perfeito para trabalhar. Com o cafezinho na mão você se senta na cadeira cheio de ideias, liga o computador e abre o navegador pronto para um dia promissor de trabalho. De repente, lá no fundo da cozinha alguém grita: “Por que você não lavou a louça?!”.

Imaginemos outro cenário. Seu(ua) namorado(a) ou amigo(a) te chama pra sair e, depois de você recusar, ele pergunta: “Como assim você ainda não terminou de trabalhar? O que você ficou fazendo a semana inteira?”. Se você já passou por esse tipo de situação, fique tranquilo. Você não é o primeiro nem o último freelancer a ouvir esse tipo de coisa.

Seja você um freelancer ou um trabalhador remoto (saiba mais sobre a diferença entre os dois lendo o post “Noções básicas para freelancer iniciantes”), não permita que seus problemas pessoais afetem sua rotina e produtividade.

Sei o que você passa e vou te ajudar identificando 4 dos principais problemas pessoais que tiram o sono dos freelancers. Confira a seguir:

 

1 – Falta de respeito com a carreira freelancer

Não deixe que menosprezem sua carreira de freelancer. Nem todos entenderão como é a vida de alguém que trabalha em casa ou viajando (ouça experiências de nômades digitais no podcast nº 6: “É possível ser freelancer e nômade digital”). Não é só porque os prazos e pressões são diferentes dos trabalhos convencionais que eles não estão lá.

Desconstrua aquela imagem do freelancer trabalhando na praia. A maioria das pessoas não vai pensar na dor nas costas que trabalhar todo dia numa cadeira de praia traz, nem na falta de tempo para mergulhar na praia.

Solução: É sua tarefa conscientizar as pessoas a sua volta dos prós e contras do seu trabalho. A rotina do freelancer ainda é um mistério para algumas pessoas. Seja firme na hora de explicar que você é um profissional sério.

 

2 – Incompatibilidade de horários relógio

A rotina não convencional do freelancer pode fazer com que suas horas de lazer se desencontrem com as de seus amigos ou familiares. Um horário de trabalho desregulado pode, aos poucos, te afastar de pessoas importantes da sua vida.

Solução: Separe lazer de trabalho. Se não estiver bem claro que um determinado momento é de trabalho ou descanso, você pode acabar não fazendo nenhum dos dois.

Reserve blocos de tempo durante o dia em que trabalhar é lei ou busque outras técnicas de produtividade como a Técnica Pomodoro (saiba mais lendo o post: “Técnica Pomodoro: turbine sua produtividade com um método simples”).

Se possível, reserve um dia inteiro durante a semana para se esquecer completamente do trabalho. Dê preferência a um dia que você possa compartilhar com as pessoas que você ama. Trabalhar de segunda a domingo pode esgotar até mesmo os mais esforçados.

 

3 – Afazeres domésticos

Ser freelancer e morar com outras pessoas acostumadas a uma rotina tradicional de trabalho pode ser complicado com relação aos afazeres domésticos.

Estar mais tempo em casa pode causar a falsa impressão de que sua obrigação de cuidar dela é maior. Você não levou o lixo e não lavou a louça pelo mesmo motivo que todo mundo. Você estava trabalhando!

Solução: Faça planilhas com tarefas de casa divididas igualmente de acordo com as limitações e horários de cada um dos moradores. Você é um igual. Estar em casa não é estar à disposição da casa. Nunca se esqueça disso.

 

4 – Solidão

Alguns freelancers curtem uma vida mais solitária e, às vezes, por esse mesmo motivo escolhem essa carreira.

Não há problema em gostar de ficar sozinho, mas lembre-se: nenhum ser humano é uma ilha. O isolamento pode prejudicar não só sua vida pessoal como seu networking (aprenda mais sobre networking ouvindo o capítulo de podcast nº9 “Como o freelancer faz networking?”), que é essencial para o seu desenvolvimento profissional.

Caso você seja uma pessoa que enlouquece ficando sozinha em casa por muito tempo, não insista em ficar sofrendo. Sentir-se só não é uma fraqueza.

Talvez trabalhar perto de outras pessoas ou se envolver em projetos seja o que falta para você despertar todo o seu potencial como freelancer. Mesmo que algumas doses de solidão sejam necessárias, assuma logo sua necessidade de companhia. Ninguém é obrigado a ser um lobo solitário só porque é freelancer.

Solução: Abuse do skype caso seus amigos e colegas de trabalho estejam longe e mantenha contato com as pessoas que valem a pena. Se puder, procure um local de coworking perto de sua casa ou busque comunidades de freelancers na internet para dividir problemas em comum.

Mesmo que as pessoas a sua volta não te entendam, existe uma comunidade de freelancers cada vez maior que compartilha muitas das suas angústias. A convivência com pessoas que fazem a mesma coisa que você é muito enriquecedora.

 

Enfim…

Não se acostume a trabalhar angustiado. Pense sobre seus problemas pessoais, analise-os e busque soluções. Não se isole de tudo e todos. A liberdade do freelancer só poderá ser curtida por inteiro quando ele se der conta de que sua felicidade e sucesso profissional dependem principalmente dele.

 

Todas as informações contidas neste artigo são de responsabilidade do seu autor e não necessariamente refletem a opinião do site. Quer publicar suas ideias no Aparelho Elétrico? Colabore.

Hey, GOSTOU DESTE POST?
Assine GRÁTIS nossa newsletter e receba nossas atualizações antes de todo mundo.

Você ainda leva uma cópia do “O Incrível Manual do Freelancer Moderno” direto no seu e-mail e sem pagar um tostão por isso.
 Enviamos conteúdo relevante, sem spam. E você pode se descadastrar quando quiser.
Publicado por:
João Marcos Rosa
João Marcos Rosa é formado em Direito pela Universidade Estadual de Londrina e trabalha como redator, tradutor e localizador freelancer full-time. Fissurado em Filosofia, Literatura e cultura nerd, ama escrever sobre o estilo de vida freelancer. Acredita que unidos, os freelancers podem ir muito mais longe.

Recomendados para você
 marketing
Trabalhando seu branding da forma correta, você atrai os clientes e parceiros adequados e ainda valoriza os seus serviços.
  Por Henrique Pochmann
 Gestão
Veja como definir preços, como redigir propostas, como se relacionar com clientes e várias outras dicas.
  Por Henrique Pochmann
 marketing
Um guia super explicado para fazer o seu site começar a render bons negócios e parar de render dores de cabeça.
  Por Henrique Pochmann
 geral
Spoiler: a maioria não se considera bem-sucedida e não está se preparando para a aposentadoria. Vem ver esses e outros resultados!
  Por Henrique Pochmann
Participe da Conversa
  • Bom post!

    • João Marcos Rosa

      Obrigado Felipe! Fico feliz que você tenha gostado e agradeço a participação. Abraço!

  • Grande colaboração, @jo_o_marcos_rosa:disqus! Obrigado! No aguardo dos próximos posts! :)

    • João Marcos Rosa

      Tamo junto Henrique!

  • Michael Bastos

    Muito bom, João Marcos, mais um excelente contribuinte para a nossa ‘causa’. Não sou freelancer ainda, mas estou a caminho. Um grande abraço! Ótimas dicas!

    • João Marcos Rosa

      Valeu Michael! Vale a pena aprender a ser livre e mostrar para os outros que isso é possível. Grande abraço!

  • fulanodigital

    Na mosca. Existe um enorme equívoco de pensarem que você (sendo freelancer) tem tempo de sobra pra ir ao mercado, lavar louça, cozinhar, etc.

Publicidade
MAIS DE 8.000 PRofissionais independentes Já recebem ANTECIPADAMENTE AS nossas atualizações.
Cadastre-se na nossa newsletter e receba “O Incrível Manual do Freelancer Moderno” direto no seu e-mail, sem pagar nada por isso.
 Sempre enviamos conteúdo relevante, sem spam. E você pode se descadastrar quando quiser.